Visitas 70264105 - Online 222

Domingo, 05 de Dezembro de 2021

Terra

17/12/2010 18:23:00

Falta calcário em Vilhena e sobra em Espigão; agricultores se irritam

Os pequenos produtores rurais de Vilhena e região tem hoje à sua disposição, por mês, até 300 toneladas de calcário na jazida de Espigão do Oeste, ao custo de apenas R$ 40 a tonelada.

 

Para receber o calcário livre de frete, pagando apenas sua extração e moagem, o lavrador ou criador só precisaria entrar em contato com o escritório da Emater em Espigão do Oeste (tel. 3481 2530), apresentar documentos pessoais (RG e CPF) e o número de inscrição como produtor rural

 

Apesar dessas facilidades, o volume de calcário trazido de lá este ano não chega a 50 toneladas

 

Saiba porque na edição impressa da FOLHA DO SUL que circula nete sábado





Fonte: FS
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.