Visitas 37216518 - Online 228

Domingo, 05 de Julho de 2020

Terra

26/09/2011 16:41:47

Pela quarta vez, justiça obriga sem-terra a deixarem fazenda de vilhenense

Liminar concedida pelo juiz Herculano Martins Nacif, da 5ª Vara Federal, em Porto Velho, determinando a retirada de invasores da fazenda do ex vice-prefeito de Vilhena, Ilário Bodanese, foi cumprida na semana passada. A propriedade, que fica a 30 quilômetros de Chupinguaia, no distrito de Corgão, foi desocupada por mais de 40 PMs, acomnpanhados por dois oficiais de justiça.

De acordo com o advogado Armando Krefta, que atuou no processo, a demora em cumprir a ordem judicial se deveu aos trâmites burocráticos, que previam o envio da carta precatória de Porto Velho para Vilhena, onde um juiz local deveria comunicar a determinação ao comando da PM, que por sua vez deveria planejar a ação dos homens na área em conflito.

Segundo Krefta, essa já é a quarta vez que o grupo de sem-terra recebe ordem judicial para deixar o assentamento. Desde 2002, os invasores retornam à propriedade pouco tempo depois do despejo, “para tumultuar e espalhar terror na região”, segundo argumenta o causídico. Apesar do histórico de ocorrências de violência no local, a saída das famílias, a maioria residente na região, foi relativamente pacífica. Durante os dois dias em que durou a operação, apenas um momento foi tenso: um homem não identificado disparou em direção aos PMs e se embrenhou no mato, deixando para trás a moto que usava. O veiculo, inclusive, está retido na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena.

Além dos policiais e oficiais, ônibus foram deslocados para o local a fim de transportar as cerca de 60 famílias que estavam na área. Caminhões também tiveram que ser alugados por Bodanese para carregar as mudanças dos assentados. Após a saída do grupo, todos os barracos foram queimados pela própria polícia.

Apenas parte da área invadida pertence ao ex vice-prefeito. A maior parte da terra “grilada” faz parte do espólio do pecuarista Arnaldo da Costa Esperança, que morou na região, mas já é falecido. Seus filhos, que residem em Umuarama (PR), teriam arrendado a terra a Ilário.





Fonte: FS
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.