Visitas 24604527 - Online 226

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Saúde

06/02/2014 10:06:04

Homem com transtorno que o faz juntar lixo assusta vizinhos em Vilhena

Vizinhos de um homem de 58 anos, morador do bairro São José, estão pedindo ajuda das autoridades para tentar resolver um problema criado por ele, que tem o hábito de juntar lixo e amontoar na porta de sua casa. O personagem, que aparentemente tem problemas mentais, cata sucatas e diversos tipos de materiais que acabam atraindo insetos e ratos.
Por causa da montanha de lixo que a cada dia aumenta na residência, vizinhos pensam em se mudar, pois o problema é antigo e já foi denunciado outras vezes. O acusado chegou a ter sua casa limpa por máquinas da Semosp e teria, segundo vizinhos, recebido a visita de assistentes sociais da prefeitura.
Mas, mesmo com o acompanhamento, que durou pouco tempo, a compulsão por armazenar os objetos descartáveis continua e há, segundo moradores do São José, relatos de que o homem, que vive num barraco precário, estaria se alimentando das sobras que recolhe pelas ruas.
O estranho, segundo disse ao FOLHA DO SUL ON LINE um vizinho, é que o suposto deficiente não vende nada do que cata. “Ele vai juntando tudo e vira isso aí que você tá vendo. Todo mundo fica com a saúde em risco por causa dele”.
Ao que tudo indica, o homem sofre de um transtorno conhecido como Síndrome de Miséria Senil ou Síndrome de Diógenes, devido ao filósofo grego, Diógenes de Sinope — que vivia como um mendigo, dormia num barril e recolhia da rua inúmeros objetos sem valor.

As fotos que ilustram esta reportagem foram produzidas pelo FOLHA DO SUL ON LINE num momento em que o dono da residência havia saído para juntar mais lixo.





Fonte: FS
Autor: Irenaldo Malta

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.