Visitas 41450849 - Online 219

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Vilhena

24/01/2014 15:05:36

Prefeito que deu o próprio nome a estádio em Cerejeiras hoje mora em Vilhena

Como o leitor já foi informado por este site, Vilhena “ferve” há dois dias, por causa de uma determinação da justiça, para que escolas municipais deixem de ostentar o sobrenome da família Donadon. Em Cerejeiras, um caso semelhante levanta questionamentos dos cidadãos há mais de uma década.
O Estádio Municipal Rosalino Baldin, no centro da cidade e única arena de futebol de Cerejeiras, tem o nome de um ex-prefeito. O detalhe mais curioso desta história é que o tal ex-mandatário, Rosalino Baldin, ainda está vivo, mas hoje mora em Vilhena. E, para piorar o caso, o estádio em questão foi nomeado enquanto o homenageado ainda estava em pleno exercício do cargo de prefeito.
Segundo pioneiros ouvidos pela reportagem do FOLHA DO SUL ONLINE, o estádio municipal recebeu este nome em 1992, no final do mandato do então prefeito Rosalino Baldin, que havia assumido o cargo em 1989 a 1992. Ele foi o quarto mandatário a comandar o município, sendo o segundo a ser eleito por voto direto.
“Na época, houve até uma polêmica em torno da escolha, mas a força política venceu para dar nome ao estádio”, diz Wilmo Rios. “O estádio foi indicado para se chamar Wilmo Moreira Rios,  meu pai, que chegou aqui em 1975 e foi o primeiro a fomentar o futebol em Cerejeiras. Ele havia morrido em 1990, dois anos antes. Mas o nome foi rejeitado para homenagear o prefeito”, diz o filho de um dos homens que quase foi batizou a arena.
“Se você for lá dentro do estádio, vai ver troféus antigos escritos ‘Taça Wilmo Moreira Rios’. Meu pai já era homenageado até com o nome das premiações”, diz Wilmo, o filho.
O FOLHA DO SUL ONLINE procurou o Ministério Público de Cerejeiras para apurar se existe algum processo correndo no órgão a respeito do nome do estádio municipal. Mas servidores do MP disseram que o promotor responsável pela unidade proibiu qualquer pronunciamento, de qualquer natureza.
O site procurou também algum vereador da quarta legislatura, que estava no poder na época e votou no projeto de nomeação do estádio, para falar sobre o assunto. Mas nenhum foi encontrado e alguns já mudaram da cidade ou até morreram.
De qualquer forma, o site está aberto a qualquer esclarecimento, seja por parte de órgãos públicos ou por parte do próprio homenageado pelo empreendimento público. Ademais, esse fato é conhecido e corriqueiro em Cerejeiras e nunca foi segredo para ninguém.

 





Fonte: FS
Autor: Rildo Costa

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.