Visitas 10629025 - Online 350

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

Educação

28/12/2018 12:52:00

Após curso técnico no IFRO de Colorado do Oeste, estudante conclui Agronomia na Costa Rica


Outros alunos do IFRO vão concluir graduação no país da América Central

Desde 2014 apoiando a seleção de estudantes para o curso de Agronomia da Universidad EARTH (Escuela Agrícola Rural del Trópico Húmedo), na Costa Rica, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Colorado do Oeste, comemora com mais um egresso a conclusão da graduação. João Rafael dos Santos, 22 anos, é natural de Serigueiras (RO) e foi selecionado após concluir em 2014 o Técnico em Agropecuária no Campus Colorado do Oeste.

A Professora de Espanhol do Campus Colorado do Oeste, Rosane Sasset, lembra que João Rafael foi o primeiro aluno selecionado que ela acompanhou todo o processo para que ele pudesse cursar Ingenería Agronómica y Recursos Naturales Renovables, em janeiro de 2015. A docente acredita que investir em educação é sempre a melhor alternativa para mudar histórias de vida. “João Rafael apresentou grande potencial para se tornar um excelente Técnico em Agropecuária e demonstrou responsabilidade, compromisso e dedicação em todas as atividades realizadas no decorrer dos três anos em que foi aluno do curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio no Campus Colorado do Oeste, por isso, sua aprovação na Universidad EARTH foi a recompensa de todo o trabalho desenvolvido pelo aluno e pelos profissionais do campus que atuaram em prol de sua formação”, fala a docente. Os próximos egressos do IFRO que concluirão o curso na Costa Rica serão Dhielison, Evili Maraí, Raquel, Arislayne, Tassia e Kaenda, essa última inicia os estudos em 2019.

“Quando fui selecionado, senti uma emoção muito grande, mas também fiquei com medo de sair do país, estava muito assustado. Porém quando pisei o pé na universidade EARTH, meu medo sumiu, porque me deparei com estruturas grandes e bonitas, onde eu podia viver e estudar muito sem ter conflitos e dificuldades”, diz o agora profissional da Agronomia. Ele explica ainda que um dos diferenciais do ensino da instituição costa-riquenha é o de aprender fazendo. “O primeiro dia de aula foi no campo, para aprender a usar ferramentas de trabalho manual (o engraçado foi que o meu último dia de aula também foi no campo). Os cursos que se pode fazer prático são metade aulas e metade prática, dando um diferencial muito grande para a universidade”, avalia.

A formatura ocorreu no último dia 7 de dezembro. “Como eu recebia bolsa de estudo completa concedida pela Fundação Roberto Marinho, tinha uma pressão grande já que os bolsistas tinham que tirar media mínima de 80 para manter a mesma bolsa. Então eu tinha uma grande pressão para manter essa média, mas graças a Deus fui bem”, mostra ele sobre o funcionamento do apoio externo à permanência dos estudantes na EARTH. 

Atualmente a família de João reside em Alto Alegre dos Parecis (RO). Seus pais, João Feliciano dos Santos e Maria José Batista dos Santos, dizem que no ano da seleção foi de muita emoção, ansiedade e orgulho. “Quando ele estava na formatura, eu estava vendo no celular, estava muito feliz vendo ele, chorei muito e também senti tristeza de não poder estar ali presente com ele no dia mais feliz da vida dele”, confidencia a mãe.

Já o pai teve a oportunidade de estar presente na cerimônia no país situado na América Central. “Eu estando ali na hora do ato da graduação, vendo ele, senti muita alegria de estar com ele nesse momento e compartilhando com ele toda essa felicidade, estava bastante orgulhoso de ter visto meu filho vencer essa grande batalha, de estar longe da família e concluindo seu objetivo de se formar em Engenheiro Agrônomo”, contou João Feliciano. Os pais afirmam como foram os quatro anos de saudade do filho: “sentimos muita falta e saudades e foi muito duro estar longe dele, mas através de muita oração e pedido a Deus, nós vencemos essa luta”.

Sobre ser o primeiro egresso do IFRO a concluir esse curso na EARTH, ele afirma: “o IFRO Colorado do Oeste é minha família, que me ajudou a dar os primeiros passos na carreira das agrárias, então, eu sempre sou grato ao IFRO por ter tido a oportunidade de estar ali. Também sou muito grato à professora Rosane por ter me apoiado desde o princípio das inscrições até o final da faculdade. Por tudo isso, sinto-me muito orgulhoso de sair do IFRO e ter me formado na EARTH, as minhas duas Almas Mater, as quais eu levarei para sempre no meu estilo de vida e no meu coração, sempre seguindo seus ensinamentos”.

Para os futuros estudantes do IFRO e de outras instituições que buscarão vagas na EARTH, ele diz que é “um ensino diferenciado, voltado à sustentabilidade da agricultura. Aqueles que querem de verdade mudar o seu município nas questões de agricultura, fazer diferente, participem no processo seletivo de 2019, e não desistam dos sonhos, corram atrás daquilo que querem, não desistam na primeira tentativa, e nem na segunda, tenham perseverança”. Agora os planos são de trabalhar em seu município áreas como a fruticultura e café, “que são as minhas paixões”, conclui.




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Assessoria

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.