Visitas 10625749 - Online 285

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

Terra

12/12/2018 10:43:00

Atraídos pela riqueza rural, empresas e profissionais do agronegócio apostam no município de Cerejeiras


Dono de hotel confirma vocação da cidade para pólo do setor rural

O município de Cerejeiras tem se tornado uma “meca” do agronegócio. Com seus quase 140 mil hectares de lavouras, além de ser o micropolo de uma região em que a soja e o milho são as estrelas econômicas principais, o município tem atraído profissionais, empresas e vendedores de produtos do setor de agronegócio de todo o Brasil.
O proprietário de um hotel na cidade confirma: por mês, pelo menos 150 hospedes ligados ao negócio do campo visitam à cidade. “São vendedores de produtos agropecuários, agrônomos, zootecnistas, representantes de empresas do agronegócio, empresários e até fazendeiros de outros Estados que vêm conhecer o município”, disse o empresário hoteleiro, que observa o movimento através de seu empreendimento.

Algumas empresas estão aproveitando o impulso do campo e abrindo filial em Cerejeiras. Uma concessionária de tratores de Vilhena, por exemplo, acaba de abrir uma loja bem próximo ao parque industrial cerejeirense. 

Duas cooperativas, uma de crédito e outra ligada diretamente ao agronegócio, também abriram as portas no município nos últimos dois anos. Além disso, o famoso Banco da Amazônia também decidiu abrir uma agência em Cerejeiras.

Profissionais e empresários do agronegócio que já atuavam no município contam com a dádiva de serem os pioneiros. É o caso, por exemplo, dos profissionais de consultoria agronômica. Com uma boa carteira de clientes, os profissionais, como agrônomos e zootecnistas, têm vendido treinamentos, oferecido assessorias para produtores rurais da região e até cursos para os plantadores de lavoura de grão.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.