Visitas 15927258 - Online 279

Quinta-feira, 20 de Junho de 2019

Policial

13/12/2018 13:34:00

DESDOBRAMENTOS: identificado casal executado a tiros em Vilhena; adolescente morta tinha apenas 16 anos


Garota assassinada levava quatro munições de revólver na bolsa

Embora a ocorrência sobre o crime ainda não tenha sido registrada na Unisp em Vilhena, fontes policiais ajudaram o FOLHA DO SUL ON LINE a identificar o casal executado a tiros na manhã desta quinta-feira, 13, no bairro Bela Vista. Lembre aqui.

A garota morta se chamava Geovana Assis Costa e, segundo o policial  entrevistado, tinha apenas 16 anos. O parceiro dela, também assassinado, era Abrão Fernandes da Silva, de 29 anos. Os dois trabalhavam na mesma empresa de motopeças que fica no centro de Vilhena. Nas redes sociais, ambos usavam nomes diferentes.

De acordo com outro policial que esteve na cena da execução, Geovana levou dois tiros: um na cabeça e outro no braço. Já Abrão foi alvejado cerca de dez vezes. O assassino usou, para matar as vítimas, uma pistola calibre .380, cujas cápsulas ficaram espalhadas próximo aos corpos.

A MOTIVAÇÃO.
Tratado inicialmente como crime passional, o caso pode não confirmar as primeiras suspeitas. Na bolsa que Geovana usava ao ser morta, foram encontradas quatro munições de revólver calibre 38.

Um experiente investigador disse ao site que, embora nenhuma suspeita esteja sendo descartada, não há, ainda, indícios que confirmem o crime passional. Para ele, pelas informações colhidas até agora, o alvo da ação seria Abrão e Geovana pode ter sido executada para não identificar o assassino.

Imagens de câmeras de vigilância de uma mercearia próxima ao local do duplo homicídio estão sendo analisadas e poderão ajudar a identificar o autor.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.