Visitas 8701117 - Online 229

Domingo, 18 de Novembro de 2018

Política

07/11/2018 11:18:00

Em cidade vizinha, prefeito escapa de CPI por nepotismo, mas exonera servidores; caso vai parar na justiça


Presidente da Câmara apresentou denúncia, mas não votou

Na noite de segunda-feira, 05, o prefeito da cidade de Comodoro (MT), a 110 km de Vilhena, Jeferson Cadeirante (DEM), escapou de ser alvo de uma CPI na Câmara de Vereadores do município. O mandatário era acusado de permitir a prática de nepotismo em sua gestão.

A denúncia contra Jeferson foi apresentada pelo presidente da Câmara de Comodoro, Antônio Carlos Pinheiro (PR). Os casos envolvendo nepotismo também estão sendo investigados pelo Ministério Público. A votação, a favor do prefeito, ficou em 6 a 4 e o caso foi arquivado sem investigação. Pinheiro não votou.

Em contato com o FOLHA DO SUL ON LINE, a assessoria de Cadeirante explicou que ele não tem nenhum parente morando na cidade, muito menos nomeado na administração municipal. Apenas a mãe do mandatário reside na cidade.

O suposto nepotismo, explicou a assessoria de Jeferson, são seis casos envolvendo marido e mulher e irmãos, que trabalham na prefeitura. Mas, enquanto uns são concursados, os outros ocupam cargos comissionados, o que não configuraria a prática.

Mesmo assim, com o caso já na justiça, o prefeito exonerou os 6 servidores que estariam incorrendo na ilegalidade. Todos, porém, entraram com ações para reocupar suas funções.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.