Visitas 5324709 - Online 246

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

Geral

11/06/2018 16:57:00

Gerente de fazenda em Chupinguaia é condenado por feminicídio a mais de 17 anos de prisão


Defesa de Amado Ramos Machado disse que irá recorrer

Foi levado a júri popular nesta segunda-feira, 11, em Vilhena, o gerente de uma fazenda no município de Chupinguaia, que no ano passado assassinou com cinco tiros a própria esposa, durante uma festa de aniversário. A motivação para o crime seria um beijo que a vítima, Jalete Alves dos Santos Nogueira, teria dado no rosto de um vizinho, em agradecimento por ele ter consertado o aparelho de som que animava o evento. Lembre aqui.

Amado Ramos Machado, de 42 anos, teria cometido o crime na frente de crianças, inclusive uma menina de 2 anos que estava comemorando aniversário. Os jurados acolheram a tese de acusação, condenado o réu pelo crime de feminicídio privilegiado. Ele também foi condenado por posse de arma e munição. A juíza presidente do Tribunal do Júri, Liliane Pegoraro Bilharva, dosou a pena em 17 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime inicial fechado. 

A defensora pública Ilcemara Sesquim Lopes disse que irá recorrer em relação a dosimetria da pena, que para ela foi muito elevada. 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.