Visitas 8583142 - Online 233

Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

Cotidiano

10/07/2018 18:05:00

Juiz bloqueia R$ 1,8 milhão em bens de ex-prefeito e ex-secretário por desperdício de energia em Vilhena


Rover e Dari teriam sido avisados de que lâmpadas ficavam acesas durante o dia

O ex-prefeito de Vilhena, Zé Rover, teve bens bloqueados por determinação do juiz Andresson Cavalcante Fecury, da 1ª Vara Cível daquela  Comarca . A decisão atinge também os bens de Dari Alves de Oliveira, ex-secretário municipal de obras. O total do bloqueio judicicial vai até o limite total de R$ 1.898.754,91 (um milhão, oitocentos e noventa e oito mil setecentos e cinquenta e quatro reais e noventa e um centavo)s.

O Ministério Público de Rondônia  ingressou com ação civil pública por prática de improbidade administrativa contra Rover e Dari  afirmando que os réus, no período em que ocuparam cargos públicos municipais (o primeiro na qualidade de prefeito e o segundo na qualidade de secretário de Obras), após terem sido formalmente notificados pela Eletrobras e pelo MP acerca da existência de várias lâmpadas de iluminação pública municipal que permaneciam acesas mesmo durante o dia (24h por dia), negligenciaram, desde o ano de 2014 até 2016, na adoção de providências eficazes para a solução do problema,  resultando em dano ao erário no valor de R$ 1.265.836,61.

O  MP pediu, em  medida liminar, a indisponibilidade de bens dos réus de forma solidária na quantia estimada de R$ 1.180.873,80, bem como a indisponibilidade de bens de forma individual no valor de R$ 620.171,48 para Rover, e na quantia de R$ 97.709,63 para o réu Dari Alves de Oliveira.




Fonte: Reprodução
Autor: Tudo Rondônia

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.