Visitas 6843841 - Online 232

Domingo, 23 de Setembro de 2018

Política

14/06/2018 09:42:00

“Não adianta cobrar austeridade e vir pedir portarias”, dispara prefeito eleito de Vilhena durante evento


Eduardo Japonês prometeu gestão focada em prioridades

Em evento que reuniu empresários na noite de segunda-feira, no auditório da Sicoob-Credisul, o novo prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV), antecipou o estilo que pretende adotar no cargo: disse que não adianta as pessoas dizerem querer mudança na política, mas tentarem marcar reuniões “secretas” para levar vantagem, nem cobrar austeridade e pedir a nomeação em cargos comissionados.

Em outro trecho de sua fala, Japonês insinuou que não está pensando em reeleição, ao afirmar que sua prioridade é organizar as finanças e o funcionamento da máquina municipal para o próprio gestor. O mandatário, que toma posse no dia 1º de julho, disse que a cidade “tem problemas” sérios e que, por isso, é preciso estabelecer prioridades.

Eduardo também esclareceu que os investimentos serão planejados, atendendo o mais urgente "Ainda existem salas de aula sem ventiladores, nas escolas do município. Temos que priorizar o que é essencial e resolver. Depois partimos para as demais necessidades e benefícios", explicou.

BRIGA POR CARGOS
O prefeito eleito não tocou no assunto, mas mesmo aliados dele reconhecem: é feroz a briga por cargos em sua administração. Até mesmo apoiadores da ex-prefeita Rosani Donadon (MDB), derrotada por ele, andam buscando padrinhos para serem indicados como portariados.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.