Visitas 9634693 - Online 221

Domingo, 16 de Dezembro de 2018

Geral

23/08/2018 09:20:00

No primeiro dia de julgamento histórico em Cerejeiras, esposa de um dos réus faz revelações surpreendentes


Advogado prevê que sentença pode sair só na madrugada de amanhã

Foi encerrado ontem após as 23:00h, e será retomado às 9:00h desta quinta-feira, 23, o julgamento dos dois rapazes acusados de envolvimento na morte na adolescente Jéssica Moreira Hernandes, em Cerejeiras. O crime aconteceu em abril de 2017 e, na época em que foi assassinada a facadas, a vítima tinha 17 anos.

Ontem, testemunhas de defesa e acusação dos dois réus (Ismael Silva, 30 anos, e o primo dele, Diego de Sá Parente, 25) foram ouvidas. A esposa, de Diego, Idiana, bem como uma cunhada do acusado e melhor amiga da adolescente assassinada, foram inquiridos na condição de informantes. O irmão de Jéssica também deu informações na mesma condição.

Ismael foi ouvido ontem e Diego será o primeiro interrogado de hoje, na continuação do júri popular, que deve entrar pela noite adentro, segundo prevê um dos advogados que atuam no caso.

REVELAÇÕES SURPREENDENTES
O ponto intrigante do julgamento foi a inquirição de Idiana Matias, esposa de Diego Parente. Ela admitiu ter traído o marido, e revelou que ele descobriu a infidelidade ao “clonar” seu WhatsApp. Também admitiu que, após descobrir o caso, o rapaz chegou a se irritar com o colega de trabalho da esposa, supostamente envolvido na traição.

Idiana também disse ter ouvido que Ismael teria oferecido R$ 10 mil para que o marido assumisse o crime. Questionada sobre quem teria lhe dado esta informação, não soube dar nomes.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.