Visitas 8701250 - Online 204

Domingo, 18 de Novembro de 2018

Política

12/09/2018 17:07:00

Vereador parabeniza secretário por conserto de mamógrafo em Vilhena e cria “treta” com colega durante sessão da Câmara


França Silva destacou importância do aparelho para a saúde das mulheres

Ao discursar ontem durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Vilhena, o vereador França Silva falou sobre o aparelho de mamografia que estava fora de funcionamento havia mais de dois anos, e que foi alvo de indicações e requerimentos protocolados pelo próprio parlamentar do Partido Verde. 

Em sua fala, França se disse feliz pelo conserto no aparelho que possibilita ao município a retomada dos exames. “Já foi iniciado o agendamento e nos próximos dias já serão realizados os exames tão importantes para a saúde das mulheres”, disse o vereador, antes de continuar: “Espero que nós consigamos fazer esses exames ao longo de todo o ano, e não somente durante o Outubro Rosa, mês de combate ao câncer de mama”, finalizou. 

O vereador parabenizou o secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick, que estava presente na sessão. “O conserto desse mamógrafo é uma luta que tenho travado desde que assumi como vereador. Neste 1 ano e 9 meses passaram três secretários de Saúde. Eu fiz indicação pedido o conserto e fiz requerimento questionando porque o aparelho não funcionava e nenhuma providência foi tomada. Falava-se que seriam necessários R$ 28 mil para consertar. E aí, em nove dias, e sem gastar nenhum centavo, o secretário faz o reparo no aparelho que volta a funcionar. Só tenho que dar o parabéns a ele”, disse o vereador.

Mas, as palavras de França Silva causaram um mal-estar entre ele e o presidente da Casa de Leis vereador Adilson de Oliveira (PSDB) que governou Vilhena por dois meses entre a cassação do mandato da ex-prefeita Rosani Donadon (PDT) e a realização da nova eleição, que conduziu ao Palácio dos Parecis o atual prefeito, Eduardo Japonês (PV). Neste período foram dois secretários: o médico André Monteiro e a advogada Maria de Fátima de Jesus.    

Na sua fala, o presidente disse que pegou a saúde em meio ao caos deixado pela administração anterior e que seus secretários fizeram tudo o que puderam para manter a Pasta funcionando. “O vereador França Silva talvez não tenha conhecimento da realidade, mas eu vou fazer um relatório para que ele se intere de como estava a saúde e o que fizemos apesar da situação caótica”, disse Adilson.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.