Visitas 20048450 - Online 364

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

Geral

16/08/2019 12:22:00

ASSISTA: em vídeo, médico que ficou cego comenta pena branda para agente penitenciário que o atacou com soda cáustica


“Vocês acham que ele não vai vir atrás de mim para terminar o serviço?”

Cego desde que foi atacado com soda cáustica no dia 6 de março pelo agente penitenciário Oziel Araújo Fernandes e vivendo fora do estado e longe da família, o médico infectologista Gladson Siqueira está apavorado com o resultado do julgamento do agente. O médico publicou na manhã desta sexta-feira nas redes sociais um vídeo em que desabafa sobre o resultado do julgamento. “É um incentivo à impunidade”, afirma. Julgado em uma sessão reservada, sem a presença da imprensa, o agente penitenciário foi condenado, nesta quarta-feira, a cinco anos de prisão em regime semi-aberto.

“Me tornei uma presa fácil. Vocês acham que ele não vai vir atrás de mim para terminar o serviço? Claro que ele vai vir atrás de mim. Tu vai vir querer me matar”, disse.

Revoltado, mas sem desferir ataques direto à Justiça ou ao Ministério Público, doutor Gladson afirma que o resultado do julgamento é um incentivo à impunidade e classifica a esposa do agente – a quem acusa de assédio – de ser uma ‘viúva negra’.

Com o ataque, o médico ficou cego, faz tratamento em São Paulo e tem medo de ser morto.

No vídeo, o médico acusou a esposa de Oziel de tê-lo assediado enviando mensagens a ele e depois mostrando ao marido como se fosse ele quem estaria ‘dando em cima’ dela, classificando-a como uma ‘viúva negra’, em referência às aracnoides que matam o parceiro após a relação sexual.

Com Oziel cumprindo pena em regime semi-aberto, Gladson afirma que está marcado para ser morto em razão da pequena pena imposta.

Clique abaixo e assista o vídeo




Fonte: Expressão Rondônia
Autor: Da redação com Expressão Rondônia

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.