Visitas 12702094 - Online 206

Domingo, 24 de Março de 2019

Policial

19/02/2019 10:28:00

Em Chupinguaia, professora de 31 anos acusa marido de agressão e os dois são trazidos para Vilhena


Homem desferiu socos, chutes e pontapés, que resultaram em escoriações na cabeça da mulher

Na madrugada desta terça-feira, 19, uma professora que mora perto do quartel de Polícia Militar de Chupinguaia procurou a unidade após ter sido vítima de violência doméstica dentro de sua casa. 

De acordo com o relato da mulher, que tem 31 anos e mora junto com um motorista, de 56, ela e seu parceiro estavam juntos há 9 meses, mas durante  essa madrugada houve um desentendimento entre os dois, e um passou a agredir o outro.

O homem desferiu com socos, chutes e pontapés, que resultaram em escoriações na cabeça da mulher. Ela ainda se queixou de dores na mão esquerda e na barriga. Já seu esposo apresentava um corte no olho e na mão direita.

Diante dos fatos, ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Vilhena. 

Porém, em casos de violência contra a mulher, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher atende as ocorrências de Vilhena e Chupinguaia. A DEAM tem uma rede de apoio psicológico às mulheres e estabelece medidas protetivas, para que o agressor fique afastado da vítima.

 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Jéssica Chalegra

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.