Visitas 24604740 - Online 231

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Saúde

30/08/2019 10:51:00

Em clínica médica de Vilhena, gestantes recebem orientação sobre amamentação e seus efeitos


“Queremos humanizar o acesso à informação sobre saúde”

Em alusão à Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), comemorada em 120 países durante o mês de agosto, e no Brasil batizada de “Agosto Dourado”, um grupo de aproximadamente 30 gestantes de Vilhena participou, na noite de ontem (29), de uma palestra sobre aleitamento materno e seus benefícios.

A ideia foi desmistificar visões distorcidas que interferem no melhor aproveitamento do leite materno em benefício do bebê e da mãe. Segundo a palestrante Rosimar Massaroli, fonoaudióloga especialista em fonoaudiologia hospitalar, muitas mulheres passam por situações negativas durante a gestação, em razão da “experiência” de amigas, das avós e até mesmo delas próprias, sem a fundamentação adequada.

Essa falta de conhecimento sobre o assunto, revela a profissional, leva, em muitos casos, ao desmame precoce, o que pode causar prejuízos à formação da criança, tendo em vista a importância do leite materno nesta fase da vida.

Curiosamente, muitas mães não desenvolvem a simples habilidade de pegar o seu bebê no colo logo após o nascimento. Essa “falta de jeito”, pode ocasionar fissuras mamilares, ingurgitamento e até mesmo a mastite -  infecção que geralmente causa dor e desconforto nos seios.

Outros assuntos importantes abordados pela fonoaudióloga foram os testes da orelhinha e o teste da linguinha, ambos indicados para os recém-nascidos e preconizados pelo Ministério da Saúde. 

A palestra foi uma iniciativa da Clínica Medic Mais, franquia nacional presente em mais de 105 cidades brasileiras e objetivou destacar a importância do aleitamento na sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança. 

Segundo a assistente comercial da clínica, Emanuela Andrade, a clínica promoverá outras palestras com profissionais de diversas áreas voltadas à saúde de homens, mulheres e crianças. “Queremos humanizar o acesso à informação sobre saúde para que as pessoas conhecimento sobre assuntos importantes para suas vidas”, disse.

O Brasil possui ampla legislação de apoio à criança por meio do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA que assegura à lactante o direito de amamentar a criança em todo e qualquer ambiente, público ou privado, ainda que estejam disponíveis locais exclusivos para a prática.




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Paulo Mendes

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.