Visitas 24578851 - Online 222

Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019

Geral

18/11/2019 13:52:00

Homem que esfaqueou outro após recusa de mulher para dançar é condenado a quase cinco anos de prisão


Crime aconteceu em 2013, em pequena localidade a 90 km de Vilhena
 
Na manhã desta segunda-feira, 18, um homem de 32 anos foi julgado e condenado, em Vilhena, a quase cinco anos de prisão, que terá que cumprir em regime semiaberto. Reginaldo Gonçalves Coelho foi acusado de esfaquear, em 11 de agosto de 2013, Adelacir Oliveira da Silva, à época com 21 anos.
 
De acordo com os autos, vítima e agressor estavam em uma festa no distrito do Guaporé, que pertence ao município de Chupinguaia e fica a 90 km de Vilhena. Reginaldo teria chamado a esposa de Adelacir para dançar, e recebeu uma negativa. Adelacir então pediu que Reginaldo se afastasse deles. O acusado saiu, mas retornou instantes depois e esfaqueou Adelacir com um canivete, fugindo em seguida. Adelacir, hoje com 27 anos, sobreviveu (lembre aqui). 
 
Reginaldo foi preso em maio deste ano, por porte ilegal de arma, crime pelo qual ainda será julgado. No julgamento de hoje, a acusação era de homicídio tentado qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. Mas, o Ministério Público, representado pelo promotor de justiça João Paulo Lopes pediu a retirada das qualificadoras e a condenação do réu por homicídio simples. Tese reforçada pelo defensor público Matheus Lichy e acatada pelos jurados.
 
Após ler a sentença condenatória dos jurados, a juíza Liliane Pegoraro Bilharva dosou a pena que ficou em 4 anos e 8 meses de prisão a serem cumpridos em regime semiaberto.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.