Visitas 20092182 - Online 231

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

Política

12/06/2019 17:47:00

Japonês garante ter economizado R$ 4 milhões a mais, em comparação com a gestão de Rosani; prefeitura de Vilhena anuncia concurso


Porcentagem de gastos com pagamento de servidores é quase 15% menor na comparação dos orçamentos

Relatório da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz) revela que o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV) gastou, em média, R$ 401 mil a menos por mês com folha de pagamento em seus 10 primeiros meses de mandato em comparação com a gestão eleita anteriormente, comandada pela então prefeita Rosani Donadon (MFB), que teve o mandato cassado. Os dados mostram também que Eduardo reduziu em 15% os gastos do orçamento com pagamento de servidores.

Os números mostram que a média mensal de gasto com folha de pagamento de Eduardo Japonês, até abril de 2019, foi de R$ 10,2 milhões, contra uma média de R$ 10,6 milhões do período de janeiro de 2017 a abril de 2018. Dessa forma, em 10 meses, a atual gestão promoveu economia de R$ 4 milhões com pagamento de folha. 

“Prometi que íamos diminuir os gastos com comissionados e com folha de pagamento, e cumpri a promessa. No primeiro quadrimestre de 2019, quando pude executar as ações com o meu próprio orçamento, tivemos um índice médio de 45,03% de gasto do orçamento com a folha. Esse índice era 32,35% maior no período de janeiro de 2017 a abril de 2018, quando a folha de pagamento comprometia, em média, 59,59% do orçamento da Prefeitura”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

Por outro lado, analisando todos os 10 primeiros meses de Japonês, a média do índice de folha ficou em 50,88%, número 14,62% menor do que o índice de 59,59% da gestão eleita anteriormente. 

O secretário de Planejamento, Ricardo Zancan, enfatiza a criteriosa tomada de decisão por parte do prefeito e o pulso firme com as contas públicas como motivo para os bons resultados. “A redução significativa da folha permitiu que mais dinheiro pudesse ser investido na Saúde, na Educação, em obras públicas e demais benefícios para a população. Obras de asfalto já em andamento, reformas de escolas, aquisição de equipamentos e veículos para a Saúde, são reflexos da gestão de um administrador sério à frente da Prefeitura”, analisa Ricardo.

CONCURSO 
Assim como foi anunciado no início da gestão, e até mesmo antes dela, a maior redução de cargos comissionados e gastos com folha só será possível através de um concurso público, que já tem processos em andamento desde que Eduardo Japonês assumiu a Prefeitura. 

O secretário de Administração, Marisson Rebouças, deixa um recado aos concurseiros. “O concurso público oferecerá mais de 200 vagas e vai permitir que consigamos ‘azeitar’ a máquina pública, além de melhorar a estrutura de atendimento à população, já que atualmente há cerca de 2,6 mil servidores, mas temos 100 mil usuários e beneficiários de nossos serviços. A demanda é grande e por isso o concurso está sendo feito de forma cuidadosa para que nada atrapalhe sua realização. A previsão é que o edital seja publicado já no início do próximo semestre. Podem começar a estudar, que vai acontecer em breve!”, explica o secretário.




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Assessoria

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.