Visitas 24604730 - Online 231

Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Policial

30/10/2019 10:20:00

Polícia Civil deflagra nova fase de operação iniciada em Vilhena e cumpre 36 mandos da buscas e prisões


Mesmo presos, acusados conseguiam articular o crime e comandar ações terroristas
 
A Polícia Judiciária Civil do estado de Rondônia, por meio da 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (2ª DRACO), 1ª Delegacia de Pimenta Bueno D´Oeste e Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE/PCRO) deflagrou, na manhã dessa quarta feira, 30, a Operação Coordenada intitulada “DESCARRILHO”, que visa dar cumprimento a 36 mandados Judiciais no município de Pimenta Bueno, sendo 18 (dezoito) Mandados de Prisão e 18 (dezoito) Mandado de Busca e Apreensão.
 
A ação tem como objetivo a coleta de provas para a conclusão de inquéritos que tramitam em sigilo, os quais investigam crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, homicídio, lavagem de capitais, furtos e roubos praticados por  integrantes de uma facção criminosa atuante em todo o estado. Lembre aqui ações da organização que deixaram mortos em Vilhena.
 
As investigações iniciadas em 2018 possuem elementos suficientes para indiciar dezoito pessoas, suspeitas dos crimes investigados. Apesar de alguns suspeitos já se encontrarem presos, mesmo dentro da unidade prisional, conseguiam articular o crime e comandar ações terroristas, de forma sincronizada, como a uma onda de ataques ocorridos em várias localidades do Estado, incluindo incêndios e tentativas de explosão a veículos e prédios públicos, agindo nas cidades de Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Vilhena e Pimenta Bueno.
 
A primeira etapa foi nominada operação “Ordo Partium”, deflagrada em 24 de outubro (última quinta-feira) pela DRACO, nas cidades de Porto Velho, Vilhena  e Ariquemes, marcando assim o “fim da festa” para as facções que estavam aterrorizando a população rondoniense. Ao todo, a Polícia Judiciária Civil deu cumprimento a mais de 70 (setenta) Mandados  Judiciais nos últimos sete dias, sendo pelo menos 57 ordens de prisão preventiva ou temporária.
 
EFETIVO EMPREGADO
A operação “Descarrilho” contou com a participação de mais de 50 policiais civis das regiões de Alvorada do Oeste, São Miguel do Guaporé, Mirante da Serra, Ji-Paraná e Espigão do Oeste, além das unidades que a coordenam. A SEJUS também prestou apoio à ação por meio de seu Grupo de Ações Penitenciárias (GAPE), pois na oportunidade foi realizada revista completa na unidade prisional de Pimenta Bueno.
 
O NOME DA OPERAÇÃO
Audaciosos e autoconfiantes, os integrantes da referida facção criminosa referiam a si próprios como “O TREM” ou até mesmo “O TREM BALA”, pois acreditavam que poderiam passar por cima de tudo e de todos. Felizmente para o povo do estado de Rondônia, os meliantes não perceberam que à sua frente estava a Polícia Judiciária Civil. O Resultado só poderia ser esse, o DESCARRILHO do trem do crime diante da força do estado.
 




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Assessoria

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.