Visitas 11588565 - Online 278

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019

Política

05/02/2019 13:50:00

Prefeito de cidade vizinha descobre diabetes e está internado há uma semana; vice faz desabafo duro


Valdeir disse que só tomou conhecimento de internação através da imprensa

O prefeito de Comodoro, cidade do Mato Grosso a 110 km de Vilhena, Jefferson Ferreira Gomes, está internado há uma semana no Hospital Santa Helena, em Cuiabá. O gestor, que é cadeirante, faz tratamento de um ferimento na perna, agravado pela diabetes.
 
De acordo com o diretor da unidade, Marcelo Sandrin, o machucado infeccionou e demorava a cicatrizar. Por meio de exames foi descoberto que Jefferson é diabético.
 
“Infelizmente ele se descobriu diabético após ter uma infecção bastante significativa na perna. Ele é cadeirante, machucou a perna e está em tratamento com antibiótico para a estabilização da diabete”, explicou o médico.
 
Sandrin afirma que o paciente está sendo cuidado por uma equipe de infectologia e cirurgia e que o quadro dele está estável.
 
Conforme o médico, a infecção poderia se agravar, caso não fosse tratada a tempo. 
 
“A infecção foi de extensão muito grande. Tem que tomar antibiótico injetável além dos curativos, a internação facilita muito o tratamento. Em casa, ele não teria condições”, afirmo.
 
O paciente precisou fazer uma drenagem para tirar os líquidos acumulados no ferimento e segue o tratamento com antibióticos para a estabilização do quadro metabólico.
 
Não foi informado como o prefeito se feriu e ele não tem previsão de alta.

VICE REVOLTADO
O FOLHA DO SUL ON LINE ligou para o vice-prefeito de Comodoro, Valdeir dos Santos Vieira, com quem o titular vive às turras desde dois dias após a posse, em 2017. 

O entrevistado contou que precisou entrar na justiça para ser alojado numa sala ma prefeitura, onde Jeferson o havia proibido de entrar. “Mas o meu computador está sempre estragado, a impressora não funciona e me colocaram embaixo de uma caixa d’água, que despeja goteiras na sala que ocupo”.

Valdeir disse que só tomou conhecimento do afastamento do ex-aliado hoje, através da imprensa. “Eu ia na prefeitura e os servidores me diziam que ele estava no gabinete. Tudo mentira”.

Lembrando as duas condenações recentes do prefeito na justiça local, o vice disse esperar que ele seja afastado do cargo até o meio do ano. “Quanto a essa internação, vou esperar os 15 dias que a lei determina. Depois desse prazo, pedirei para ser empossado”.




Fonte: Hiper Notícias
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.