Visitas 14592309 - Online 220

Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Empresas

25/02/2019 14:14:00

Vilhenense transforma momento ocioso em negócio de sucesso e já exporta produção para outras cidades


Microempreendedora Individual alerta importância de fazer a declaração de renda até 31 de maio

A dona de casa Rita Saito, com o apoio do Sebrae, transformou seu hobby e tornou-se uma Microempreendedora Individual (MEI). Inclusive, hoje, é possível encontrar a marca dela em Rondônia e em Mato Grosso. Tudo graças à qualidade e ao design.

A empresa nasceu de uma conversa com as amigas e, para viabilizar o negócio, Rita procurou o Sebrae, onde participou de vários workshops. De acordo com Emerson Silva, analista técnico do Sebrae de Vilhena, a equipe faz todo um acompanhamento desde o processo de pensar o negócio até a gestão em funcionamento. “Temos soluções para todos os estágios do empreendimento, desde consultorias a capacitações”, disse.

No início, as primeiras sandálias fabricadas não saíram como planejado, “ficaram feinhas” e a empresária teve de dar para os parentes, amigas e baratear o preço de algumas. Hoje, além de produzir com design agradável em vários modelos, a empreSA possui revendedoras nos municípios de Vilhena, Cerejeiras, Cacoal, São Miguel do Guaporé, Ji-Paraná, e no Mato Grosso, em Colniza, Juína e Sinop.

Para a cliente Ana Maria Mezzomo, a rasteirinha é super confortável e a única que consegue usar diariamente sem sentir incômodo nas pernas, pois tem problemas de varizes.

A matéria prima vem de fora de Rondônia e a vilhenense pretende comercializar em Porto Velho. Além do mais, Rita descobriu como nicho as sandálias personalizados para festas.

Preocupada, a empreendedora alerta para a importância de formalizar o negócio e manter a regularidade como MEI e fazer a declaração de renda todo ano para não perder os benefícios, dentre eles o próprio CNPJ.

Emerson destaca que é muito fácil fazer a declaração, podendo ser realizada no site https://www.portalmeiempreendedor.com ou no próprio Sebrae. “É importante frisar que o para ser MEI é necessário faturar no máximo até R$ 81 mil por ano (R$ 6.750,00 por mês) e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. Entre as vantagens oferecidas está o registro no CNPJ, o que facilita a abertura de conta bancária como pessoa jurídica e a emissão de notas fiscais”, alertou.

Para mais informações sobre a Central de Relacionamento do Sebrae em Rondônia, ligue gratuitamente para 080 570 0800 ou acesse o site www.sebrae.ro. Você também pode conferir o serviço pelo WhatsApp (69) 98130 5656. Confira também o Sebrae nas plataformas Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube no perfil Sebrae RO.




Fonte: SEBRAE/RO
Autor: Assessoria

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.