Visitas 41381902 - Online 247

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Política

15/09/2020 12:43:00

Com 5 candidatos a prefeito e apenas um vice definido, Vilhena vive tensão às vésperas de convenções partidárias

 
Apenas o empresário Paulinho da Argamazon já escolheu companheiro de chapa
 
Às vésperas das convenções partidárias, quando acabam os prazos para que os partidos escolham os nomes dos candidatos, Vilhena vive momentos de tensão, já que a única chapa majoritária “fechada” até agora é a do empresário Paulinho da Argamazon (Republicanos), que terá como vice o Bombeiro Militar Antônio Bueno Thomaz, o “Tenente Bueno”, numa dobradinha “puro sangue”.
 
Do lado da ex-prefeita Rosani Donadon (PSC), o mistério segue, mas sem nenhuma definição do companheiro de chapa. Negociador habilidoso, o ex-prefeito Melki Donadon, marido da candidata, teria saído a campo para articular o vice na chapa dela. “Pode ser um empresário”, diz uma fonte ligada ao clã.
 
O coronel Rildo Flores, do Podemos, disse que pode anunciar o vice ainda hoje. Ele garante que há pelos menos três bons nomes na lista, mas há quem aponte como favorito o pecuarista Sandro Fontana, do Patriota. O nome do advogado Giuliano Dourado, do Cidadania, também é cogitado.
 
O empresário Darci Cerutti (DEM) também mantém em segredo as conversas sobre o eventual parceiro na disputa, mas o nome preferencial seria o do ex-secretário municipal de Administração, Miguel Câmara, do PSB.
 
O prefeito Eduardo Japonês (PV), que vai para a reeleição, também está às voltas com a indefinição. A atual vice, Maria José (PSDB), teria dito que não pretende mais continuar na vida pública. Nomes do próprio PV, do PSD, do PSDB e até do PDT teriam sido oferecidos, mas o prefeito só deve definir a aliança amanhã.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.