Visitas 34996104 - Online 225

Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Policial

17/05/2020 10:34:00

Após anunciar que iria cometer algo “muito covarde”, sargento da PM executa esposa a tiro e depois se mata

 
Crime aconteceu na noite de ontem, em Porto Velho
 
O sargento da Polícia Militar foi identificado como Edmundo do Amaral Teixeira, 38 anos, matou a ex-esposa e, em seguida, cometeu suicídio, em Porto Velho. Segundo a ocorrência policial, ele teria assassinado Priscila Pereira de Souza, 29, e depois se matado com um tiro. A tragédia aconteceu na noite de ontem (sábado, 16) em uma residência na rua Renato Peres, bairro Agenor de Carvalho, na capital. O militar teria avisado que ia cometer algo “muito covarde”.
 
De acordo com o apurado no boletim da polícia, Priscila teria ido até a residência fazer um trabalho escolar e a unha. Ela estava na casa de um casal de amigos. Em determinado momento, o sargento, que também estaria no local, teria seguido a esposa ao banheiro e, na sequência, foram ouvidos dois disparos.
 
Os corpos das vítimas foram encontrados jogados próximo de uma pistola calibre 380. Ainda segundo as informações, a ex-esposa do sargento esteve no local e contou que era bloqueada no aplicativo WhatsApp, mas naquele dia ele teria a desbloqueado e mandado mensagem dizendo como ela deveria cuidar dos filhos, pois iria cometer algo muito covarde.
 
Após os trabalhos da Perícia Criminal, os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal.
 
 




Fonte: Reprodução
Autor: Rondoniaovivo

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.