Visitas 37884565 - Online 247

Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Educação

31/05/2020 10:12:00

ASSISTA VÍDEO: professora usa “live” em tele-aula durante pandemia e recria fenômeno que causa erosão

 
Usando regador, Fernanda explicou como as chuvas fazem “montanha” desmoronar
 
Notebook no chão, uma “montanha” construída no quintal de casa e uma “chuva” proporcionada por um regador para ensinar aos alunos do 4º ano do ensino fundamental o que causa a erosão. Toda a cena foi filmada pelo publicitário Carlos Jorge Costa, esposo da professora Fernanda Costa, que chegava em casa no momento da lição.
 
Fernanda Costa é professora de ciências na Escola Sesi de Vilhena, que em tempos de pandemia, se adaptou e tem oferecido aulas online aos seus estudantes. O vídeo gravado pelo esposo mostra o esforço da educadora para levar aos alunos o conhecimento de maneira mais atrativa do que apenas se debruçar sobre livros em um ambiente fechado. “Foi uma forma alternativa para que a nossa aula ficasse lúdica e atraísse o interesse deles para o assunto”, pontuou a professora.
 
O assunto abordado pela professora na live era erosão. “O objetivo foi compreender o que pode ocorrer quando cai uma forte chuva em uma montanha, principalmente se ela estiver desmatada. A aula era para compreendermos na prática sobre o desmoronamento. Estamos estudando os impactos da erosão”, explicou.
 
Fernanda Costa explicou que após a demonstração feita por ela, os alunos terão uma semana para realizar a experiência, gravar e enviar o vídeo. “Eles terão que enviar os dois experimentos com as mini-montanhas, um igual ao que eu fiz na demonstração, e o outro com a mini-montanha protegida por uma lona para ver a diferença do impacto da chuva em ambas”.
 
Fernanda disse que as aulas são sempre muito interativas e produtivas. Ela explica que todas as lives ficam gravadas na plataforma, podendo assim serem acessadas posteriormente, permitindo que alunos que não puderam assistir a aula em tempo real, possam vê-a em outro momento.
 
A professora fez questão de evidenciar e agradecer a diretoria da Escola Sesi pelo apoio e liberdade que dá ao professores, o que possibilita inovação e criatividade no maneira de repassar conhecimentos. “Isso faz toda diferença! Se a escola não me permitisse, não poderia utilizar essas ‘façanhas’. Então, não posso deixar de agradecer ao Silvio Leite e minha diretora Aline Souza”, disse Fernanda, antes de concluir: “É o que me encanta no Sesi, a confiança em nosso potencial enquanto mediadores de conhecimento para formadores de opinião e não para executores de conteúdos”, pontuou.
 
CLIQUE ABAIXO e assista a aula online.
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.