Visitas 44958796 - Online 211

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020

Geral

19/10/2020 11:43:00

Dupla que disputa presidência da Associação dos Servidores acusa gestão atual da entidade de “iludir” funcionalismo

 
Eleição para escolher gestor da entidade está marcada para o dia 04 de novembro
 
Derrotado na eleição conturbada de 2016 para o comando da Associação dos Servidores Municipais de Vilhena (quadriênio 2017/2020), o servidor Luiz Lacerda, que já comandou a entidade entre 2009 e 2016, volta a disputar o cargo de presidente da Asmuv.
 
Ao lado da fiscal de obras Caroline Almeida Faria, que será a sua vice na Chapa 2 – A Luta e a Perseverança Continuam – Lacerda terá como adversário a chapa do atual presidente da entidade, Ranulfo Camargo.
 
Em visita a redação do FOLHA DO SUL ONLINE, Lacerda lembrou que, ao assumir a Asmuv em 2009, encontrou a instituição em meio a uma série de problemas financeiros e judiciais deixada pela gestão anterior. Ele assegura que ao longo de sua gestão conseguiu equilibrar as contas da associação, renegociando dívidas, e com uma campanha de arrecadação que incluiu a negociação de débitos de associados para com a instituição e a atração de novos associados. “Eram centenas de cheques sem fundos da Asmuv saltos na praça. Eu recolhi todos, fui pagando mês a mês até zerar”, disse Lacerda antes, de concluir: “minha intenção sempre foi a de salvar a associação, e com muito trabalho conseguimos, aí quando ela estava em evidência, esse pessoal se levantou”, disse.
 
Lacerda afirmou ainda que foi na sua gestão que ficaram assegurados aos servidores planos de saúde e odontológico. “Nós conseguimos também que fosse pago o vale transporte aos servidores”, disse o candidato.
 
Lacerda e Caroline acusam a atual administração da Asmuv de falta de transparência. Segundo a dupla, a atual administração se negou a fornecer à chapa concorrente a lista de associados aptos a votar. “Eles não queriam nem que nós tivéssemos fiscais de urnas no dia da eleição”, disseram.
 
Ao criticarem a atual gestão, Lacerda e Caroline citam o anúncio da construção de um parque aquático na Chácara da Asmuv. “A atual gestão deu uma melhoradinha na chácara, só que quando a gente tem dívida a gente não pode gastar dinheiro com lazer, a gente tem é que pagar as contas. E ele tá maquiando a chácara e não tá pagando as contas. Está dizendo que vai construir um parque aquático... como vai construir sem dinheiro? Aquilo ali é pra iludir os servidores”, afirmou Caroline Almeida.
 
De acordo com Luiz Lacerda, as principais propostas da sua chapa são de buscar meios de sanar as dívidas acumuladas, trazer benefícios para os servidores e resgatar as premiações em datas comemorativas, como era feito anteriormente “São poucas as coisas boas que esta gestão está desenvolvendo, mas o que for bom nós vamos dar continuidade. No entanto, a nossa prioridade é pagar as contas e procurar benefício para o servidor”, disse. 
 
A eleição que escolherá os nove membros da diretoria e os seis integrantes do Conselho Fiscal da Asmuv será no dia 04 de novembro. Têm direito a voto, os servidores associados à Asmuv. Dez urnas, seis delas itinerantes, serão disponibilizadas para votação. 
 
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.