Visitas 29070242 - Online 203

Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

Policial

15/01/2020 12:42:00

Flagrado com crack, homem é preso por tráfico de drogas em Vilhena; suspeito de roubo é reconhecido por vítimas e liberado


Um dos suspeitos assumou transformar crack em cocaína

Dois homens foram levados para a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública) por envolvimento com o tráfico de drogas e roubo em Vilhena. O caso aconteceu no final da noite da segunda-feira, 13, após um patrulhamento da Polícia Militar pelo bairro Cristo Rei.
 
A guarnição avistou uma moto e, pela placa, identificou que se tratava de um veículo foi usado para um roubo no dia 10 de janeiro (lembre aqui). A polícia então seguiu a motocicleta, que estava com dois ocupantes, até uma casa no mesmo bairro.
 
Os suspeitos, que têm 31 e 21 anos, foram abordados e no bolso do mais velho a polícia encontrou 13 pedras de crack. Ele confessou estar vendendo cada porção por R$ 10.
 
A casa onde a polícia abordou os homens era do mais novo, que permitiu a entrada da guarnição ao imóvel. Durante a revista, foi encontrada no quarto uma pequena quantidade de cocaína; os policiais localizaram também algumas pedras de pasta a base e junto com os entorpecentes estavam substâncias que o rapaz de 21 anos assumiu utilizar para transformar crack, em pó.
 
Além disso, dois usuários estavam no local à espera dos suspeitos para comprar drogas.
 
Questionado, o mais velho disse aos policias onde morava. A viatura foi então até o endereço citado e encontrou a esposa dele; a mulher disse que seu esposo tem ficado pouco em casa, e que na noite do dia do assalto não retornou, chegando apenas na manhã do dia seguinte.
 
O homem de 31 anos afirmou que assumiria a droga que estava em seu bolso, mas, não quis dizer se junto com o seu comparsa esteva preparando outros tipos de entorpecentes para o comércio.
 
Ambos foram levados para a Unisp, onde foram reconhecidos pelas vítimas do roubo da madrugada do dia 10. As mulheres reconheceram também a moto usada no crime, porém, apenas o mais velho ficou detido. Já o mais novo foi liberado e intimado para assinar o termo circunstanciado.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Jéssica Chalegra

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.