Visitas 41378404 - Online 236

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Cotidiano

13/08/2020 10:58:00

Grupo de iniciativa privada se une em defesa da mulher, em Vilhena, e desenvolve ações contra violência doméstica

 
Blogueiras, advogados, psicólogos e estudantes vão auxiliar no atendimento às vítimas
 
Um grupo denominado "Amigos da Mulher" foi constituído nesta semana com o intuito de desenvolver ações que visem a proteção da mulher em Vilhena. Formado pelo advogado Cristian Sega, as blogueiras Ellen Donadon e Mariana Batistton, pelo assessor previdenciário Flávio Machado, pela advogada Aline Leon, e por membros da OAB jovem, eles se reuniram na segunda-feira, 10, com a coordenadora do Centro de Atendimento à Mulher do município, Eline Bispo, para discutir ações pertinentes ao assunto.
 
De acordo com a blogueira Ellen Donadon, os números da violência doméstica aumentaram drasticamente no município após o início da pandemia. "Mulheres estão em casa sofrendo e sem ter como sair as vezes até para denunciar", ressaltou. Além disso, Ellen disse que as agressões psicológicas e patrimoniais ainda não são percebidas pela maioria das vítimas, e por isso há um grande desafio na divulgação de informações.
 
O grupo vai fazer inclusive atendimentos para essas mulheres. "Apesar de existir o poder público para ampará-las, eu acredito que é nosso dever, como cidadãos, participar dessas ações", disse o assessor previdenciário Flávio Machado, que também é integrante do grupo.
 
Serão diversas ações simultâneas, de forma que as mulheres atendidas sintam-se confortáveis e recebam todo tipo de apoio. De acordo com os membros do grupo, eles vão intensificar a campanha do “X Vermelho” na mão, que visa o socorro imediato, em comércios que possam aderir a ideia.
 
Além disso, de iniciativa da advogada Aline Leon, há um projeto de lei tramitando na Câmara dos Vereadores para desenvolvimento de políticas públicas e também referente ao horário de funcionamento da Delegacia da Mulher. "A delegacia fecha às 13h30, depois disso, o atendimento não é especializado, é genérico", ressaltou uma das integrantes do grupo.
 
Eles também estão arrecadando doações de talheres, roupas, panelas, toalhas, lençóis e outros utensílios para o Abrigo da Mulher. Para doar basta enviar uma mensagem de whatsapp para o número (69) 9 8142-3789.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.