Visitas 31361083 - Online 229

Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

Geral

17/03/2020 18:27:00

Com onda de áudios e “fake news” sobre Coronavirus, prefeitura de Vilhena adota ferramenta para combater boatos

 
Equipe de comunicação esclareceu o que é mito e o que é verdade sobre a doença
 
A prefeitura de Vilhena criou um canal específico para rebater boatos sobre o Coronavirus na cidade. A ferramenta tenta conter a onda de informações falsas e até instruções equivocadas, que acabam por agravar uma situação que já é complicada.
 
Através da “CENTRAL DE BOATOS”, equipe de Comunicação da prefeitura enviou hoje à imprensa esclarecimentos sobre o que é verdade e o que é mentira sobre a doença. Confira abaixo, na íntegra:
 
O BOATO:
Um áudio de 24 segundos tem a seguinte informação “bombástica”: “Bom dia pessoal, aqui em Vilhena acabou de ser confirmado o coronavírus do menino que chegou de viagem dos Estados Unidos. A doutora Maiara (Naiara?) acabou de dar a notícia. Então, vamos, principalmente nós velhinhos, ficar em casa quietinho e criança também. Ninguém visitar ninguém”.
 
A VERDADE:
Conforme cada caso suspeito de coronavírus (covid-19) aparece em Vilhena, a Secretaria Municipal de Saúde realiza coleta de amostra e a envia para análise nos laboratórios credenciados pelo Ministério da Saúde. O resultado demora, pelo menos, 10 dias para estar disponível. Assim, como o caso desta criança que retornou de viagem dos Estados Unidos apareceu no fim de semana, o resultado deve confirmar, ou não, a presença do covid-19 na amostra apenas na próxima semana.
 
Da mesma forma, os outros dois casos suspeitos, conforme a tabela abaixo, tiveram suas amostras enviadas para análise na data em que foram descobertos. Portanto, não importa o que digam para você, qualquer resultado positivo confirmando a presença de coronavírus em Vilhena só poderá acontecer na próxima semana.
 
Porque os exames não são feitos em outro lugar, mais rapidamente? Há uma série de critérios que o Governo Federal estabeleceu para a realização dos exames e, por isso, nenhum outro laboratório tem resultado válido a não ser aqueles que o Ministério da Saúde autorizou e capacitou.
 
Além disso, os primeiros a saber e divulgar esses resultados serão os membros do Comitê Permanente para Enfrentamento da Pandemia Coronavírus, instituído por meio da Portaria n° 11, da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). O grupo é formado por nove profissionais da Semus, Hospital Regional de Vilhena, Vigilância Epidemiológica e Centro de Abastecimento Farmacêutico.
 
Comprometidos com a verdade, com o combate ao vírus e às fake news, estes especialistas vão mantê-lo informado diariamente através dos boletins publicados na página do Facebook da Prefeitura de Vilhena.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.