Visitas 34991774 - Online 230

Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Saúde

30/03/2020 17:50:00

Com protesto no comércio e arrecadação em queda, Cerejeiras entra na segunda semana de combate ao Coronavírus

 
Secretaria de Saúde, no entanto, trabalha para que não haja nenhum infectado no município
 
Duas linhas de ação definem as iniciativas tomadas pela Secretaria de Saúde de Cerejeiras nas duas últimas semanas: 1) Tomar todas as medidas preventivas para que não haja casos de infectados pelo Covid-19 no município; 2) Preparar para atender pacientes caso haja casos confirmados.
 
Por isso, algumas iniciativas têm sido colocadas em prática.
 
O Hospital São Lucas teve uma sala adaptada com respirador para receber possíveis pacientes. Uma ambulância com o aparelho de respiração mecânica também foi preparada, para no caso de ser preciso encaminhar algum paciente infectado para outros centros de tratamento. Há informações de que mais dois respiradores estão sendo adquiridos para o único hospital do município.
 
A preocupação das autoridades municipais cerejeirense é com as verbas para combater a pandemia do Coronavírus. O município de Cerejeiras vai receber R$ 2 (isso mesmo, 2 reais) por habitante do Plano de Contingenciamento do Ministério da Saúde para combate ao Coronavírus. No total, a prefeitura cerejeirense vai receber só R$ 36 mil, valor insuficiente para atender qualquer aumento de procura pela saúde pública.
 
Por outro lado, neste momento em que o município mais precisa de dinheiro, a Prefeitura de Cerejeiras já sente a queda na arrecadação municipal por conta da paralisação da atividade econômica causada pelo vírus. A queda de arrecadação foi de 18 por cento neste mês, segundo a Secretaria da Fazenda de Cerejeiras. Com a atividade econômica bem abaixo do normal, a emissão de notas de serviços (que gera impostos municipais) caiu drasticamente nas últimas duas semanas no município.
 
Do lado da prevenção, as ações estão sendo drásticas. As escolas e órgãos públicos continuam fechados, incluindo o próprio prédio do paço municipal. Com apoio da Polícia Militar, os servidores da Secretaria de Saúde fizeram uma barreira sanitária na entrada da cidade. A barreira foi montada próxima à Maggi, saída para Colorado. Todo condutor que chega ao município é submetido a algumas perguntas, como, por exemplo, se viajou para lugares epidêmicos do vírus ou se apresenta alguns sintomas da doença.
 
No fim da semana passada, uma moradora do município divulgou um vídeo dizendo que o marido dela estava com sintomas do Covid-19 e que a prefeitura não queria fazer o teste. Após a repercussão do vídeo, a Secretaria de Saúde publicou uma nota, explicando o incidente e tentando acalmar a população e que o caso já foi descartado como suspeito.
 
Nesta segunda-feira, 30, o comércio de Cerejeiras, que está proibindo de abrir as portas desde o dia 20 de março por força dos decretos estadual e municipal, fez um protesto. Nas fachadas foram escritos letreiros e panos pretos simbolizando o luto.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.