Visitas 44959928 - Online 227

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020

Cotidiano

21/11/2020 11:19:00

Solidariedade de vilhenenses permite que dois homens “perdidos” na cidade passem festas de fim de ano com suas famílias

 
"Foi Deus que colocou você no meu caminho naquela hora”, disse um deles a repórter da FOLHA
 
Através de reportagens divulgadas pelo FOLHA DO SUL ON LINE e da solidariedade dos vilhenenses, dois homens que vagavam pela cidade,  jogados a própria sorte, vão passar as festas de final de ano com suas famíliasa.
 
Como já divulgado pelo site, o pintor Júnior dos Santos, de 36 anos, conseguiu voltar para Lucas do Rio Verde após ter seus sonhos frustrados em Rio Branco/AC e passar dois dias dormindo no terminal rodoviária de Vilhena (VEJA AQUI).
 
Após receber o amparo de muitos vilhenenses, Júnior (FOTO SECUNDÁRIA) embarcou por volta das 17:00h de sexta-feira, 20, tendo como destino a casa da mãe, que o ajudou a chegar até Vilhena, e por volta das 06:00h deste sábado, entrou em contato com a reportagem do site afirmando ter desembarcado feliz e agradecido pela caridade dos vilhenenses, prometendo voltar para passear na cidade quando estiver estabilizado novamente.
 
"Foi Deus que colocou você no meu caminho naquela hora e um dia eu quero voltar a Vilhena quando minha vida tive reestruturada, só pelo prazer de estar com os vilhenenses de novo", desabafou Júnior para a repórter do site, emocionado.
 
Já na madrugada deste sábado, o servente de pedreiro Luiz Carlos, para quem Júnior passou o contato da repórter minutos antes de seu ônibus partir, também embarcou de volta para casa, em Goiânia, poucas horas depois da divulgação da reportagem, que contava seu drama (LEIA AQUI).
 
Sensibilizado com a situação de Luiz, o empresário Fábio Veiga, proprietário da Bicicletaria Veiga, localizada na avenida José do Patrocínio, que preferia manter o anonimato, mas acabou permitindo a divulgação de sua imagem a pedido da reportagem com quem entrou em contato já por volta das 20:00hs de sexta-feira, 20, pagou a passagem do servente.
 
"Havia acabado de terminar meu expediente e sentei para ler as reportagens, quando vi a história dele no site. Conversei com minha esposa e decidimos agir naquele momento pra não deixar ele dormir na rodoviária", relatou Fábio.
 
Agradecido e emocionado, Luiz abraçou a passagem como quem abraça um filho e disse: "Graças a Deus vou passar o Natal com minha família".
 
O FOLHA DO SUL ON LINE agradece o apoio de todos que abraçaram essa corrente do bem e, dentro de poucas horas, abençoaram e foram abençoados, pois também ganha muito quem doa.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.