Visitas 29205762 - Online 211

Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020

Política

08/01/2020 19:42:00

VEJA DECISÃO: vereadores cassados por CPI pedem para receber salários retroativos e desembargador do TJ/RO nega

 
Total de pagamentos dos três passaria de R$ 700 mil, referentes a dois anos e meio
 
Em decisão datada do dia 03 de dezembro do ano passado, o desembargador Roosevelt Queiroz Costa (FOTO), do Tribunal de Justiça de Rondônia, negou feito por pedido de três vereadores de Vilhena, que queriam receber salários retroativos desde a data em que foram cassados,  após serem investigados por uma CPI.
 
Wanderlei Graebin (PSC), Júnior Donadon (PSD) e Carmozino Alves (PSDC) foram à justiça alegando terem direito à remuneração, após todos eles conseguirem anular a CPI que cassou os mandatos dos três, em 2017. Todos haviam sido reeleitos no ano anterior.
 
De acordo com informações obtidas na Câmara Municipal pelo FOLHA DO SUL ON LINE, caso os salários retroativos, referentes a dois anos e meio de mandato dos parlamentares fossem pagos, os três embolsariam mais de R$ 700 mil, incluindo o 13º a que os edis têm direito.
 
Atualmente, além de remunerar os 11 vereadores atuantes, a Câmara paga os salários de outros dois, afastados por determinação da justiça: o próprio Graebin e Marcos Cabeludo (PHS), sendo que ambos são  investigados por outra CPI.
 

CLIQUE AQUI e leia sentença na íntegra.
 
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.