Visitas 41388726 - Online 220

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Geral

13/08/2020 22:20:00

VEJA DOCUMENTO: com nova portaria, Vilhena e Chupinguaia voltam à fase 1 do distanciamento social em Rondônia

 
Outros cinco municípios do Estado poderão aumentar medidas restritivas
 
Foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado, nesta quinta-feira, 13, a relação dos sete municípios de Rondônia que voltam à fase 1 do distanciamento social. A medida tem como objetivo frear a pandemia de Covid-19.
 
Para a classificação nas quatro fases do distanciamento, são considerados: a taxa de crescimento de casos ativos da Covid-19; a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da macrorregião a qual o município pertence ou da própria cidade, caso tenha leitos próprios; e o número de casos diagnosticados nos últimos 7 dias.
 
Do Cone Sul, apenas Vilhena e Chupinguaia regridem na nova classificação. As outras cidades são: Ji-Paraná, Ouro Preto, Nova Brasilândia, Presidente Médici e Urupá.  Segundo a publicação oficial, a taxa de ocupação da UTI de Vilhena, que montou sua própria estrutura para pacientes com o novo Coronavírus, ultrapassou os 85%. Conforme o documento oficial, a cidade hoje possui 394 pacientes que podem transmitir o vírus. Foram registrados 234 casos positivos nos últimos sete dias.
 
O FOLHA DO SUL ON LINE entrou em contato com a assessoria do prefeito Eduardo Japonês (PV), para saber o que muda em Vilhena. A avaliação preliminar é que a decisão da Portaria n° 16/2020 da Sesau (Secretaria de Estado de Saúde) de incluir Vilhena na Macro Região de Cacoal está em conflito com decreto estadual n° 25.195, que retirou a cidade desta mesma Macro Região. Isso porque a maior cidade não depende de estrutura de outro município para atender seus pacientes, tendo criado leitos de UTI próprios.
 
Além disso, diz a equipe do prefeito, a taxa de ocupação da UTI vilhenense hoje está em 50%, muito abaixo dos 85,1% mencionados no documento que embasa a decisão de retornar à cidade à fase 1, que impõe maiores restrições ao comércio e a outras atividades econômicas.
 
CLIQUE AQUI E LEIA PORTARIA. O FOLHA DO SUL ON LINE segue acompanhando o caso, e traz novas informações sobre o que muda em Vilhena e Chupinguaia, caso seja mantida a portaria governamental, a qualquer momento.
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.