Visitas 53940105 - Online 219

Domingo, 18 de Abril de 2021

Cotidiano

08/04/2021 09:36:00

Com 563 testes realizados e 23 pessoas diagnosticadas com Covid-19, Cerejeiras agora enfrenta o desafio de isolar os contaminados

 
Governo estadual ajudou na primeira etapa de testagem coletiva no município
 
Com apoio do governo estadual, foi realizado um “drive-thru” para testes rápidos para a Covid-19 em Cerejeiras ontem (quarta-feira, 07). A ação durou das 9h às 13h. Os exames feitos foram o chamado swab nasal, que consiste num procedimento de captura de possíveis sinais de infecção por vírus no nariz.
 
A ação foi realizada da seguinte maneira: os moradores compareciam ao local, no barracão da feira, de carro ou moto. Se fosse por automóvel, uma pessoa por janela seria examinada. Quem não tinha veículo foi encaminhado para fazer o mesmo teste no hospital São Lucas.
 
Foram realizados 563 exames no município, segundo o vereador Valdecir Sapata Jordão (PSB). Destes, foram detectados 23 infectados. “Faltam contabilizar os moradores que fizeram o exame no hospital e os que fizeram no particular”, diz o vereador.
 
As pessoas infectadas ficarão em quarentena supervisionada. Ou seja, pelo menos este é o plano da ação.
 
O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, esteve em Cerejeiras para acompanhar a ação.
 
A ajuda do governo estadual foi até uma surpresa, já que muitas cidades de Rondônia não receberam este auxílio. No entanto, segundo analisam autoridades públicas ouvidas pela reportagem, a muito provável presença de uma nova cepa do vírus em Cerejeiras justifica esta ação por parte do governo de Rondônia no município.
 
Além dos quase de 600 testes realizados, a prefeitura planeja fazer, ao todo, mais 2.500, totalizando mais de 3 mil.
 
Diversas organizações, como o Sindicato Rural de Cerejeiras e a Copama, fizeram doações dos testes (cada teste, uma vez usado, tem que ser descartado).
 
Segundo informou ao FOLHA DO SUL ONLINE o vereador Valdecir Sapata, o município conseguiu arrecadar 1.195 testes e está adquirindo mais 2 mil.
 
 Ainda nesta semana chegarão mais testes para a continuidade da ação.
 
O desafio agora, após a realização dos testes, é isolar os contaminados. A razão é justificável: uma pessoa contaminada circulando na cidade contamina outras, num círculo infinito – deixando um rastro de doentes e mortos.
 
Seja como for, a ação demostra que alguma coisa está sendo feita para tentar aplacar a escalada de mortos por Covid-19 no município de Cerejeiras.
 




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Rildo Costa

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.