Visitas 53937250 - Online 230

Domingo, 18 de Abril de 2021

Policial

01/03/2021 14:52:00

Após nora balear idoso na zona rural de Cabixi, surgem informações de que homem de 73 anos tem histórico de violência contra familiares

 
Mulher que fez o disparo e filho dela pretendem se apresentar na polícia
 
Após a repercussão de uma reportagem veiculada pelo FOLHA DO SUL ON LINE, sobre um sitiante de Cabixi que foi baleado pela própria nora em companhia do filho dela de 17 anos, o site procurou saber o motivo de alguns leitores terem afirmado que a história contada para a Polícia Militar estava distorcida e que, de fato, o idoso não era tão vítima quanto aparentava (RELEMBRE AQUI).
 
Na ocasião, o homem de 73 anos, morador da Linha 08, foi baleado na perna por um tiro de revólver efetuado pela nora, logo após ele ser defendido pelo filho, marido dela, de um golpe de foice desferido pelo neto adolescente.
 
Como alguns leitores se manifestaram através de comentários, afirmando que só quem conhece o idoso saberia explicar o motivo da nora e do neto terem chegado ao extremo, a FOLHA procurou familiares, a fim de esclarecer a situação.
 
De acordo com alguém da família, um dos filhos do idoso, que não se trata do pai do adolescente envolvido no caso publicado, teria agredido o garoto, afirmando que iria matá-lo.
 
Durante a ação, ainda segundo a fonte, o idoso apoiou o filho na covarde atitude e, desde então, os ânimos permaneceram acalorados entre ele e o neto.
 
Devido a tal fato, no dia do crime, enquanto estava no curral, o avô continuou a discutir com o neto e a mãe do adolescente entrou no meio, momento em que levou um soco em um dos olhos, desferido pelo idoso,  que teria o costume de agredir as noras.
 
Ao ver a mãe lesionada, o menor se apossou de uma foice e tentou golpear o avô, mas foi impedido pelo próprio pai, que entrou na frente para evitar uma tragédia.
 
Mesmo lesionada, a mãe do adolescente buscou seu revólver, do qual possui porte e disparou contra o idoso, que foi ferido em uma das coxas.
 
Mesmo sem querer fugir do local, afirmando que não tinha medo de ir presa pelo que fez, uma vez que já tinha alertado o sogro de que se um dia fizesse com ela o que já fez com outra nora, não faria com mais ninguém, a mulher acabou saindo com o filho para fugir do flagrante, mas irá se apresentar a polícia nos próximos dias em companhia de um advogado, que já acompanha o caso.
 
A reportagem teve, acesso de forma segura, a informações que comprovam que o marido da autora do disparo, mesmo defendendo o idoso do golpe de foice dado pelo filho, está a favor da família, pois tem conhecimento das atitudes abusivas cometidas pelo pai e que está se desfazendo de tudo quem tem para pagar a defesa dos autores do atentado e se mudar do local.
 
Por fim, a fonte afirmou que a mulher está com um dos olhos roxo e que já solicitou ao advogado contratado  para que, assim que ela e o filho se apresentem a polícia, também se pronunciará na imprensa a fim de esclarecer a situação.
 
“Eles já cercaram um pastor muito respeitado na cidade para ele não visitar as pessoas na linha, já cercaram gente com foice dizendo que ia matar. Já arrancaram cerca, atiraram em boi, cortaram rabo de cavalo dos vizinhos, já fizeram muita crueldade”, relatou uma familiar, se referindo ao sitiante e um de seus filhos.
 
A reportagem possui áudios, que não serão divulgados por questão de sigilo à fonte, mas que comprovam que as informações acima relatadas foram repassadas por uma familiar de um dos envolvidos no caso, que possui contato direto com a família.
 
 




Fonte: Imagem ilustrativa
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.