Visitas 55467220 - Online 204

Terça-feira, 11 de Maio de 2021

Geral

29/04/2021 10:59:00

Em Vilhena, caminhoneiro morre de Covid-19 com R$ 3.200,00 no bolso e hospital devolve dinheiro à filha

 
Filha do paciente já havia autorizado incineração das roupas dele
 
Uma cena inusitada foi registrada na manhã desta quinta-feira, 29, no Hospital Regional de Vilhena: o dinheiro encontrado nas roupas de um paciente que havia morrido em decorrência da Covid-19 na unidade foi devolvido à filha dele.
 
Por telefone, o FOLHA DO SUL ON LINE conversou com a filha do caminhoneiro Manoel Pereira de Melo, de 59 anos, morador do bairro São José, em Vilhena, que faleceu no dia 11 de abril após lutar contra a doença.
 
A moça explicou que havia autorizado a incineração das roupas e da bolsa que o pai usava quando deu entrada na “UTI Covid”. A equipe do HR, no entanto, revistou os bolsos da bermuda de Manoel e encontrou R$ 3.200,00.
 
Hoje, após a Assistência Social do hospital enviar fotos do material que seria incinerado e a filha do motorista reconhecê-lo, ela foi chamada. A entrega do dinheiro foi feita e a mulher agradeceu: “essa quantia vai nos ajudar muito. Agradeço a honestidade dos servidores do Regional”, disse, emocionada, a entrevistada.

A foto que ilustra esta reportagem é do momento em que a quantia em dinheiro foi devolvida.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.