Visitas 61245542 - Online 228

Quinta-feira, 05 de Agosto de 2021

Cotidiano

11/06/2021 20:23:00

Energisa demora quase 7 horas para resolver apagão em Vilhena; “pipoco” e fiação caída assustam moradores e causam acidentes

 
Motociclista se feriu ao “enroscar” em fios caídos na rua
 
Responsável pela distribuição energia elétrica em Vilhena, a empresa Energisa deu um show de inoperância nesta sexta-feira, 11, ao deixar a maior cidade do Cone Sul de Rondônia sem abastecimento por quase 7 horas.
 
Por volta do meio-dia, praticamente todos os bairros ficaram sem energia. Horas depois, o serviço foi retomado em “meia fase” e a internet deixou de funcionar em vários estabelecimentos e residências.
 
A empresa não emitiu nota para dar explicações e seu serviço de atendimento por telefone (funcionando em Fortaleza, no Ceará) não informava com precisão o motivo do “apagão”.
 
Leitores do FOLHA DO SUL ON LINE enviaram fotos de uma fiação de alta tensão caída no meio da pista na rua Jamary, no limite entre a região central e o bairro São José.
 
Os moradores próximos disseram que, logo ouvirem um “pipoco” e a constatarem a queda dos cabos, ligaram na empresa, que demorou mais de uma hora para enviar uma equipe ao local.
 
Dois motociclistas se acidentaram ao se “enroscarem” na fiação e foram socorridos pelos moradores, que usaram a placa de um salão de barbeiro para tentar isolar a área. Um deles ficou ferido. Depois dos acidentes, um policial militar passou a orientar condutores, para que eles não atingissem a fiação.
 
O OUTRO LADO
O serviço só retornou normalmente pouco antes das 19:00h. O FOLHA DO SUL ON LINE, que ficou impedido de publicar notícias durante todo o período do blecaute, questionou a Energisa sobre o problema e a empresa enviou a seguinte nota à redação:
 
“Um acidente provocado por um caminhão que atingiu a rede afetou o fornecimento de energia em algumas localidades de Vilhena na tarde desta sexta-feira. A Energisa restabeleceu o fornecimento para 95% dos clientes em 20 minutos. Equipes da empresa estão no local para religar a energia para os clientes restantes”.
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.