Visitas 69705701 - Online 231

Domingo, 28 de Novembro de 2021

Policial

27/10/2021 07:58:00

Polícia Civil de MT prende líderes de grupo criminoso investigado por dezenas de homicídios em Rondônia

 
Os integrantes da associação criminosa denominada “Família Mato Grosso” agiam na cidade de Monte Negro, em Rondônia
 
Líderes de uma organização criminosa investigada pela Polícia Civil de Rondônia foram localizados e presos na terça-feira, 26, em Primavera do Leste. Os dois criminosos, que são irmãos, são procurados por envolvimento em dezenas de homicídios praticados no estado vizinho e estavam se escondendo na região.
 
Os dois foragidos foram localizados pelas equipes da Delegacia Municipal e Delegacia de Roubos e Furtos de Primavera do Leste, em uma casa no bairro Primavera 3. Um deles, C.P.S., é o líder da organização criminosa conhecida como Família Mato Grosso e responde por crimes como homicídios, roubos, furto, extorsão, tráfico de drogas, assalto a mão armada e ameaças.
 
Desde a deflagração da Operação Xeque Mate pela Polícia Civil rondoniense, em abril deste ano, os dois líderes da organização e as respectivas esposas, que também integram a quadrilha, estavam foragidos e se esconderam na zona rural de Paranatinga. As duas mulheres foram presas no mês de junho, depois que a Delegacia do município, com apoio da Regional de Primavera do Leste, deflagrou buscas para localizar os foragidos.
 
Uma delas foi localizada em Santo Antônio do Leste e a outra em Paranatinga, ocasião em que os dois homens conseguiram fugir do cerco policial. Desde então, as equipes da Polícia Civil na região vinham realizando diligências para chegar à localização dos dois foragidos, considerados pela Polícia de Rondônia como de alta periculosidade.
 
Em junho, quando a equipe de Paranatinga chegou à localização de onde os foragidos estavam se escondendo, um dos criminosos fugiu pela mata ao avistar as viaturas policiais. Conforme a apuração da Polícia Civil, ele é mateiro experiente. A mulher dele ficou para trás e foi presa pelas equipes policiais. Os dois filhos do casal foram encaminhados ao Conselho Tutelar do município. (LEMBRE O CASO CLICANDO AQUI)
 
Dois dias depois, a Polícia Civil prendeu em Santo Antônio do Leste, a mulher do líder foragido, C.P.S., que também tinha mandado expedido pela Justiça de Rondônia. A mulher estava com uma criança de cinco anos, que foi entregue ao Conselho Tutelar.
 
Conforme as investigações da Operação Xeque Mate, ela atuava auxiliando o esposo no armazenamento, ocultação e distribuição de armas de fogo e outros produtos ilícitos empregados ou originários das ações criminosas da organização. Além disso, quando o marido foi preso em outra ocasião, ela teria assumido as operações de liderança da organização e também planejado a locomoção dele pelo estado de Rondônia, quando conseguiu escapar de uma unidade prisional em Ariquemes.
 
Entenda o caso
 
Os criminosos integrantes da associação criminosa denominada “Família Mato Grosso” agiam na cidade de Monte Negro, em Rondônia. O grupo era contratado por empresários locais para a execução de diversos crimes na região de Ariquemes e Monte Negro.
 
A Polícia Civil de Rondônia prendeu na “Operação Xeque Mate”, 31 integrantes do grupo criminoso. O grupo é suspeito de envolvimento em mais de 100 homicídios em um período de 15 anos. Parte dos mandados da operação foi cumprida, há época da operação, em Sapezal e Paranatinga.
 




Fonte: Asscom / Polícia Civil-MT
Autor: Raquel Teixeira

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.