Visitas 57691795 - Online 209

Sábado, 12 de Junho de 2021

Educação

10/06/2021 09:34:00

Prestes a formar primeira turma de médicos veterinários, faculdade inaugura hospital para animais e oferece serviços à comunidade

 
Faculdade Marechal Rondon oferece cursos em outras áreas
 
Com seis anos de fundação, a Faron (Faculdade Marechal Rondon) irá formar, no mês de agosto, sua primeira turma de médicos veterinários. Desde a sua fundação, a instituição vilhenense tem investido tanto em um corpo docente qualificado e preparado, quanto em estrutura que ofereça aos alunos melhores experiências de aprendizado. 
 
Um exemplo dessa preocupação da instituição com o ensino de qualidade proporcionado aos seus alunos foi a inauguração, do dia 1º de abril, Centro Médico Veterinário Faron.
 
De acordo com Giancarlo Rieger, diretor médico do CMV Faron, o hospital veterinário irá beneficiar, além dos alunos da instituição, a comunidade em geral, com atendimentos nas diversas áreas. Segundo ele, o hospital irá atender a comunidade com clínica médica de pequenos e grandes animais, cirurgias, exames laboratoriais, diagnósticos por imagem e anestesiologia.
 
“O que nós queremos é que os nossos alunos saiam com vivência prática, e é isso que o hospital irá proporcionar a eles. Ao mesmo tempo desenvolvemos um trabalho de cunho social com projetos de pesquisa e extensão que proporcionam à comunidade um atendimento mais em conta, e por vezes até gratuito”, ponderou Rieger.
 
Um dos projetos aos quais se refere o diretor é o que oferece, de forma gratuita, a castração de animais domésticos. Uma dessas ações aconteceu no último sábado, dia 05, quando dezenas de animais foram castrados sem qualquer custo para seus donos.
 
O Centro Médico Veterinário Faron fica na campus da faculdade, na Avenida Marechal Rondon, na saída para Cuiabá (MT) e atende de segunda a sexta-feira, das 08 às 18h. Informações podem ser obtidas pelo telefone 3322-3386.
 
FAZENDA EXPERIMENTAL
De acordo com Rieger, a Faron conta com uma fazenda experimental onde estão sendo desenvolvidos alguns projetos. Ele destacou dois deles: Fertilização In Vitro, ou seja a produção de embriões In Vitro; e Nutrição e Genética.
 
Rieger citou também o Programa Intergado e explicou: “Esse programa é uma singularidade no Estado. Por meio de um chip instalado no “brinco” do boi, ele avalia todos os índices zootécnicos do animal. Por meio desse chip a gente tem o detalhamento de toda a parte de consumo, de conversão alimentar do animal. Sabemos quantas vezes o animal visitou o cocho, quantas vezes bebeu água, e até quantos quilos comeu por dia” detalhou. 
 
OUTROS CURSOS
Além do curso e Medicina Veterinária, que já está na sua sexta turma, a Faron também oferece os cursos de Agronomia e Engenharia Civil.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.