Visitas 53936753 - Online 222

Domingo, 18 de Abril de 2021

Cotidiano

25/02/2021 14:44:00

Vendo neto bebê ser “furado” em hospital, construtor aciona polícia, acaba detido e diz que servidoras distorceram sua fala

  
Na emergência, cerca de 08 técnicas em enfermagem furavam o bebê
 
Um construtor de 42 anos acabou sendo detido na noite de terça-feira, 23, por desacato, após se revoltar e chamar a Polícia Militar no Hospital Regional de Vilhena, devido seu neto de 05 meses ter sido furado 28 vezes pelas técnicas de enfermagem, para puncionar uma veia.
 
De acordo com o avô do bebê, que falou com a reportagem do FOLHA DO SUL ON LINE, por volta das 21:00h ele acompanhou o filho e nora até o hospital devido o neto ter sofrido uma convulsão.
 
Já na emergência, cerca de 08 técnicas em enfermagem furavam o bebê e não conseguiam realizar a punção venosa, levando o avô e os pais ao desespero, com o sofrimento do garotinho.
 
Desestruturado ao ver o neto chorando sem poder fazer nada, o construtor pediu para que as servidoras chamassem algum profissional da área pediátrica para fazer o serviço, pois elas não tinham competência e acionou a PM.
 
No entanto, quando chegaram ao local, os militares acabam detendo o avô por desacato, após terem sido informados por uma servidora de que ele havia ameaçado matar as técnicas enforcadas.
 
“Ela ouviu eu dizer para minha esposa que estava  a ponto de pular no pescoço das enfermeiras de tanta dó do meu neto, mas o que eu falei foi uma forma de expressão para demonstrar minha revolta e ela distorceu,  dizendo que eu ameacei matar elas enforcadas”, relatou o construtor.
 
Após passar quase a noite toda na delegacia, o homem foi liberado e seu neto voltou para casa só com os hematomas, e segundo ele, sem receber a medicação intravenosa.
 
“Hoje em dia não temos mais nosso direito dentro de órgãos públicos, porque eles não deixam filmar e nem fotografar nada para poderem tratar a gente como querem e depois ainda saírem como vítimas”, desabafou o avô.
 
A reportagem do site entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal, mas esta ainda não se pronunciou sobre o assunto.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.