Visitas 69707795 - Online 213

Domingo, 28 de Novembro de 2021

Saúde

19/10/2021 15:51:00

Vereadores revelam caos na UPA e mostram que atendimento na Saúde ainda é o principal problema em Vilhena

 
Apesar disso, parlamentar elogiou atuação do secretário de Saúde
 
A saúde pública segue sendo o principal tema debatido na Câmara Municipal de Vilhena. Na sessão de hoje, os vereadores relataram uma situação de caos no Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para onde foi transferido o pronto-socorro do Hospital Regional, que passa por reforma. 
 
Conforme discursou o vereador Pedrinho Sanches (Avante), na semana passada ele e outros vereadores estiveram na UPA onde, segundo relatou,  havia apenas duas médicas atendendo e pacientes que aguardavam por atendimento desde as primeiras horas da manhã.
 
“Encontramos um grupo de mais de 100 pessoas aglomeradas, e nós estamos ainda numa pandemia. Ali tinha idosos, acidentados, crianças, recém-nascidos; um calor, porque não tem ar-condicionado. E apenas duas médicas atendendo, assustadas porque estavam colocando em risco a sua integridade física, assim como os funcionários; com a população em volta, parecendo marimbondo, todo mundo revoltado”, narrou o vereador.
 
Sanches disse que tentaram falar com o prefeito e com o chefe de gabinete dele, sem qualquer resposta. Mas, foram atendidos pelo Secretário de Saúde, que foi até a UPA. Também foram até a unidade, representantes da empresa terceirizada que administra a UPA. “O pessoal da empresa chegou de salto alto, e a gente colocou eles no lugar deles; porque nós não temos que discutir problemas do município com empresa terceirizada, nós temos que discutir é com o prefeito e com os secretários, e entre nós os vereadores”, disse o Sanches, revelando inclusive o sumiço de fichas de pacientes que aguardavam por atendimento.
 
Pedrinho destacou a importância do secretário da Pasta, está aberto ao diálogo e a ouvir vereadores e também os servidores. Exaltou que algumas medidas cobradas durante a reunião já tinham sido implementadas e agendou para a tarde de hoje uma nova visita à UPA, para conferir se as mudanças melhoraram o atendimento, e analisar quais ações podem ser postas em prática para oferecer agilidade, qualidade e conforto a quem procura por atendimento naquela unidade de saúde.
 
Ainda sobre a saúde, Sanches cobrou informações sobre a situação da reforma da Unidade de Básica de Saúde do bairro Cristo Rei.
 
O vereador Samir Ali (Podemos) também se manifestou sobre o tema e revelou que, em conversa com o secretário de Saúde, ouviu a garantia de que as unidades básicas voltarão a atender de forma imediata não apenas por agendamento. “Eu nunca concordei com isso: a pessoa procura uma UBS e tem sua consulta marcada pra uma semana, ou mesmo que seja pra o outro dia, você quer ser atendido naquele momento. E o que ele me assegurou é que apenas 30% das consultas serão agendadas”, disse o vereador, antes de concluir: “Eu acredito que dessa forma a população vai voltar a procurar as unidades básicas de saúde e resolver o seu problema perto da casa dela, sem precisar procurar a UPA”.
 
Quem também falou foi o vereador Dhonatan Pagani (PSDB), que reforçou o cenário de caos que encontraram ao chegar e que se resolveu a partir do grupo de legislador. “Quando a gente chegou, ligamos para o secretário, o pessoal da empresa foi lá, e a coisa se resolveu. Deveria ser sempre assim”, ponderou o vereador e prosseguiu: “Por isso que é realmente importante a fiscalização e a ida do vereador até esses órgãos”.
 
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.