Visitas 136227618 - Online 538

Sábado, 13 de julho de 2024

Empresas

31/05/2024 08:56:00

Entidade responsável por gestão de saúde em Vilhena explica proibições e prega neutralidade política durante período eleitoral

 
Santa Casa de Chavantes faz a gestão de três unidades de saúde de grande porte na cidade

 
Com a aproximação do período eleitoral, a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes, instituição filantrópica e sem fins lucrativos quem faz a gestão de unidades de saúde em Vilhena, reitera seu compromisso com a neutralidade política em suas operações e ambiente de trabalho.
 
Como uma entidade privada qualificada como Organização Social e parceira do Poder Público na prestação de serviços de saúde de interesse público, que faz a gestão de três unidades de saúde de grande porte em Vilhena, a Santa Casa de Chavantes destaca a importância de manter-se isenta de qualquer viés político-partidário.
 
Em conformidade com esse princípio, a instituição enfatiza a necessidade de seus colaboradores compreenderem e respeitarem essa postura, evitando qualquer envolvimento ou manifestação política que possa comprometer sua integridade e objetivos institucionais.
 
Com base na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.610, a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes reforça algumas proibições específicas aplicáveis aos seus funcionários durante o período eleitoral:
 
Uso de recursos públicos em favor de candidatos, partidos ou coligações: É estritamente proibido o uso de recursos públicos, incluindo bens móveis e imóveis, veículos, materiais de expediente, entre outros, em benefício de qualquer candidato, partido político ou coligação.
 
Realização de propaganda eleitoral nas instalações da unidade de saúde: Fica vetada qualquer forma de propaganda eleitoral dentro das dependências da Santa Casa de Chavantes ou utilizando seu nome.
 
Estacionamento de veículos adesivados com apoio político: É expressamente proibido aos funcionários estacionarem veículos pessoais que estejam adesivados com apoios políticos no estacionamento da instituição, neste caso, no Hospital Regional, na UPA e no Instituto do Rim. Caso tal situação seja identificada, será solicitado ao funcionário que retire imediatamente o veículo.
 
A direção da Santa Casa de Misericórdia de Chavantes enfatiza que essas medidas são essenciais para preservar a imparcialidade e a integridade da instituição, garantindo que seu foco permaneça exclusivamente na prestação de serviços de saúde à comunidade local.
 
Neste contexto, a instituição reafirma seu compromisso com a ética, a transparência e a neutralidade política, valores fundamentais que norteiam suas atividades e contribuem para o bem-estar e a segurança de todos os seus pacientes e colaboradores.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Paulo Mendes

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.