Visitas 137128301 - Online 323

Domingo, 21 de julho de 2024

Policial

19/06/2024 17:22:00

Mulher executada a tiros em Vilhena tinha 66 anos e teria passado a frequentar igreja tentando escapar da vingança de facção criminosa

 
“Vovó do tráfico” morava sozinha e suas atividades eram conhecidas pela polícia
 
Foi identificada a mulher assassinada a tiros na tarde desta quarta-feira, 19, no Setor 08, em Vilhena: Luzia Lima dos Santos tinha 66 anos, completados no mês passado, e morreu sentada em uma cadeira na porta da casa onde morava sozinha (CONFIRA AQUI).
 
Um morador do bairro disse que, após prometer à facção criminosa a qual estaria repassando parte de seus lucros, que iria parar com o tráfico, a idosa teria passado a frequentar uma igreja evangélica onde era vista regularmente assistindo cultos.
 
O FOLHA DO SUL ON LINE publicou reportagem mostrando que, ao parar de militar em uma facção, o ex-integrante só é poupado ao se converter e aderir a alguma denominação religiosa, passando a agir como “soldado de Cristo” e não do crime (ENTENDA AQUI).
 
Aparentemente, Luzia, que tinha cerca de 10 perfurações de bala no corpo (2 no tórax, 1 na virilha e o restante nas pernas), teria descumprido a promessa feita e voltado a vender entorpecentes, quando passou a ser ameaçada de morte pela facção.
 
“Ela tava fazendo seus ‘corres’ por fora, coisa que os faccionados não perdoam e costumam punir com rigor”, disse uma fonte do site, acrescentando que a polícia sabia das atividades da anciã, que era chamada de “vovó do tráfico”. Uma filha dela já soube da morte e está vindo de Cacoal para Vilhena.
 
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.