Visitas 27031564 - Online 219

Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020

Vilhena

12/09/2014 11:14:25

Através de ex-prefeito, fazendeiro nega violência contra sem-terra no Cone Sul

O ex-prefeito de Vilhena, Vitório Abrão (FOTO), visitou esta semana a redação do FOLHA DO SUL ON LINE para apresentar a versão do fazendeiro Heládio Cândido Senn, o “Nego Zen”, acusado de manter à força em sua propriedade, próximo à cidade de Chupinguaia, dois sem-terra. Os homens ficaram três dias na fazenda e foram resgatados com intervenção da Pastoral da Terra. Os dois supostos “reféns”, identificados como Paulo Sérgio de Freitas, 36, e Daniel Costa da Silva, 25, foram apresentados na DPC de Vilhena.
Conforme Vitório, Nego Zen nega ter usado violência contra as famílias que entraram em sua fazenda. “Ele está usando um meio previsto na lei para defender suas terras”, argumenta o ex-prefeito, acrescentando que o fazendeiro, de quem é compadre, tem documentos da área invadida.
Abrão diz que, mais de 15 anos atrás, Zen começou a comprar lotes de pessoas que haviam ganhado a terra do Incra. Após as aquisições das propriedades, de 25 hectares cada, o novo dono anexou todos a três outras áreas que já possuía. “Ele tem 6 mil hectares com títulos definitivos. Esses outros mil hectares, referentes aos lotes comprados dos posseiros, estão em fase de regularização”, garante.
Vitório revelou que, ainda nesta semana, o advogado de Nego Zen vai pedir a reintegração de posse da fazenda, tomada principalmente por mulheres e crianças “usadas pelos líderes dos sem-terra”. O ex-prefeito finaliza lembrando que o compadre sempre foi um homem trabalhador e que fez várias benfeitorias, tanto nos lotes adquiridos quanto nas terras que já possuía.
 





Fonte: FS
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.