Visitas 2676152 - Online 212

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

Policial

14/12/2014 22:40:52

Líder de invasão é acusado de tentar matar homem a tiros diante de crianças

Na tarde do último sábado, um homem identificado como Gilmar Cipriano da Silva, 39 anos, acionou a Polícia Militar após vítima de um atentado a tiros durante reunião num assentamento a cerca de 90 km de Vilhena.

De acordo com o denunciante, várias famílias que pertencem à Associação Nossa Senhora Aparecida, estavam no local discutindo assuntos de todos os que fazem parte da entidade.

Em dado momento, segundo Gilmar disse à polícia, os associados se manifestaram contra a venda de lotes da propriedade, que está ocupada por várias famílias.

Neste momento, o agricultor Pedro Arrigo, que junto com sua esposa, Eva Ortiz, lidera o movimento que reinvindica a terra, teria se alterado. Ele teria ido até o quarto, pegado um revólver, voltado à reunião e aos gritos, se dirigido a Gilmar: “Quem manda aqui sou eu. Ninguém passa por cima das minhas ordens”.

Conforme a vítima, mesmo diante de crianças, Arrigo teria efetuado um disparo em sua direção. O homem se escondeu dentro de um carro para não ser morta e o atirador fugiu do local.

Ao comparecer à propriedade, a polícia não encontrou Pedro Arrigo, mas a acusação da vítima foi confirmada por outras testemunhas.

A queixa foi registrada na DPC de Vilhena, que deve intimar o acusado a depor sobre o caso.


OUTRO INCIDENTE

Uma outra pessoa, que iria participar da reunião na Associação Nossa Senhora Aparecida e que quase acabou em morte, também procurou a polícia para relatar que seu carro chegou a ser atingido por um tiro.
De acordo com Maria Santa Luiz Garcia, quando ela saía da propriedade, o carro em que estava foi alvejado. Ela não apresentou, no entanto, o nome da pessoa que teria feito o disparo.
   





Fonte: FS
Autor: Edeblandes Ortis

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.