Visitas 2676053 - Online 217

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

Geral

17/08/2015 14:52:08

Vilhena: advogada que defende delator lidera movimento em favor de delegado da PF

Vera confirma acusações contra Rover


Atuando na defesa de um servidor público que recentemente assinou delação premiada na Polícia Federal em Vilhena, a advogada Vera Paixão confirmou que seu cliente fez diversos alertas ao prefeito Zé Rover (PP) quanto a irregularidades que estariam sendo cometidas na Secretaria Municipal de Saúde.
Conselheira da OAB na cidade, Vera rebateu a acusação de Rover, que numa entrevista coletiva concedida dias atrás, disse que o denunciante estava agindo por vingança, após ser demitido por suspeita de furtar combustíveis da frota municipal.
Segundo advogada, o delator só foi demitido após ser identificado como autor das acusações que estão sendo apuradas pela PF. “E nem tivemos acesso ao decreto de exoneração”, revelou, acrescentando que, caso o crime apontado por Rover seja verdadeiro, ele prevaricou ao não instaurar procedimento contra o servidor.
Militante também na política local há mais de 20 anos, Paixão, que já foi secretária de Terras do próprio Rover, também decidiu participar de um movimento que pede a permanência do delegado Flori Cordeiro de Miranda Júnior na cidade.
A manifestação “Fica, Flori”, que por enquanto está restrita a um grupo no WhatsApp, deve ganhar as ruas em breve, pois os participantes entendem que é de suma importância que a autoridade policial conduza os inquéritos que instaurou há cinco meses e que vem balançando os meios políticos locais.
Vera disse que o delegado federal foi promovido e está com a transferência marcada para Porto Velho, onde deve assumir posto regional, comandando equipes em todo o Estado. O pedido será para que ele abra mão da promoção para combater a corrupção na cidade.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.