Visitas 2723320 - Online 218

Sábado, 23 de Junho de 2018

Economia

10/11/2016 16:58:30

Veja sentença: ao julgar HC de vereador vilhenense, desembargador o confunde com mulher

Advogados vão contestar erro na própria justiça

Ao julgar (e negar) um pedido de habeas corpus feito pelos advogados do vereador vilhenense José Garcia (DEM), o desembargador Gilberto Barbosa, do Tribunal de Justiça de Rondônia, cometeu um erro que vem provocando desconfiança nos meios jurídicos locais.

Ao analisar a peça, o magistrado fez um relato inteiro do caso envolvendo uma outra pessoa. No site do próprio TJ, de onde o FOLHA DO SUL ON LINE retirou a decisão, o endereçamento, bem como os nomes das partes e dos advogados estão corretos, mas o réu é uma mulher.

Ao negar a liminar que poderia tirar Garcia (FOTO) da cadeia, o desembargador citou, em sua sentença, o nome de quem imaginava que estivesse julgando: Ana Cíntia de Oliveira Barbosa Silva, denunciada pelo crime de peculato. O nome da advogada dela também é citado: Flávia Laís Costa Nascimento.

Mais comum entre advogados, a técnica de “copiar e colar” indicaria que o verdadeiro processo em questão sequer teria sido analisado. A decisão, portanto, pode ser contestada na própria Corte e também no STJ.


Clique aqui, leia a peça e comprove o equívoco judicial.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.