Visitas 4090719 - Online 252

Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

Educação

31/05/2017 11:15:02

Secretário de Estado da Educação rebate informações falsas sobre escola militar em Vilhena

Titular da Seduc desmentiu redução de vagas e cobrança de mensalidades

Em entrevista por telefone ao FOLHA DO SUL ON LINE, concedida na manhã desta quarta-feira, 31, o secretário de Estado da Educação de Rondônia, Waldo Alves, explicou como será implantado o projeto de gestão militar na Escola Estadual Zilda da Frota Uchôa, uma das maiores e mais antigas da cidade.

O titular da Seduc revelou que o sistema a ser adotado será “híbrido”, com a direção do colégio ficando sob a responsabilidade de um militar, mas todos os professores e corpo técnico formado por civis. Também haverá policiais ajudando na segurança e no auxílio a questões cívicas a serem desenvolvidas na instituição.

Waldo desmentiu a informação de que haverá redução de vagas e esclareceu: todos os alunos matriculados atualmente (mais de mil) no colégio terão o direito de continuar a estudar nele. “Os pais que eventualmente preferirem outra escola poderão transferir seus filhos. Mas quem quiser ficar, terá a matrícula assegurada”.

Alves também se manifestou quanto a outras polêmicas: negou que esteja prevista a prioridade para filhos de militares e cobranças de mensalidades. Conforme garantiu, o ensino continuará gratuito, mas quem quiser permanecer no Zilda precisará se adequar às normas militares, que preveem uniformes obrigatórios, hora cívica e ações que valorizem o bom comportamento e a segurança.

Waldo também lamentou que informações equivocadas estejam sendo divulgadas aparentemente com interesses particulares: “Por causa da desinformação, Vilhena deixou de ter uma escola em tempo integral. A mesma ação aconteceu em outros municípios, que hoje agradecem”.

Quanto ao fato de o Zilda passar a receber mais investimentos para a implantação do projeto, em detrimento das outras, o educador lembra que “nada nasce grande” e que a cidade só tem a ganhar com a iniciativa do governo estadual.






Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.