Visitas 3674138 - Online 194

Segunda-feira, 16 de Julho de 2018

Cotidiano

01/08/2017 14:11:22

Cédulas falsas circulam em Cerejeiras e assustam comerciantes e consumidores na cidade

Sicoob e ACIC orientam sobre como não cair no golpe de pegar uma nota falsa

Notas de dinheiro falsas estão assustando comerciantes e consumidores em Cerejeiras. As cédulas falsificadas de R$ 100,00 e de R$ 50,00 têm circulado no comércio da cidade e alguma já foram apreendidas.

A reportagem do FOLHA DO SUL ONLINE esteve na agência do Sicoob Credisul em Cerejeiras na manhã de ontem (segunda-feira, 21), e constatou que notas falsas estão sendo lançadas no comércio, causando prejuízos e transtornos para quem recebe. “Aqui na agência já identificamos cinco notas falsificadas só nesta manhã”, disse o gerente da cooperativa financeira, Luciano Pieri.

O repórter da FOLHA pegou uma das notas falsas (FOTO) e constatou que, de fato, elas são parecidas com as verdadeiras e podem enganar uma pessoa leiga no assunto. “Os processos de falsificação estão cada vez mais avançados. Esta nota, por exemplo, passa no teste da caneta de luz. Só a caneta à tinta consegue identificar”, disse o gerente do Sicoob, referindo-se ao processo usado no comércio de identificação de cédulas falsificadas (se a caneta marcar com tinta, a nota é falsa).

Ainda de acordo com o gerente da cooperativa, os criminosos estão inserindo as notas no comércio por meio de compras de produtos baratos. “A pessoa chega ao estabelecimento, por exemplo, pede uma recarga de R$ 10,00 de crédito para celular e dá uma cédula falsa de R$ 100,00. Ele leva o troco de R$ 90,00, o saldo de R$ 10,00 que comprou e, assim, aplicou  o golpe no comerciante”, explica Luciano Pieri, que complementa: “É possível que haja um derrame de notas falsas aqui em Cerejeiras”.

Para alertar os comerciantes, o Sicoob Credisul acionou a entidade que representa os empresários no município, a Associação Empresarial de Cerejeiras (ACIC), que, por sua vez, divulgou um comunicado dando orientações aos atendentes sobre como não cair no golpe de pegar uma nota falsa.

As orientações passadas pela ACIC são as seguintes:
1. Treine os funcionários da empresa para, sempre, usar CANETA DE TINTA (para quem não possui uma, nas papelarias de Cerejeiras o objeto está disponível para venda);
2. Se um “consumidor” pedir um produto barato e entregar uma nota alta, redobre a atenção;
3. Se mesmo assim pegar uma nota falsa por engano, comunique às autoridades policiais e não passe a cédula adiante (repassar uma nota falsa conscientemente é crime e pode dar problema).





Fonte: Folha do Sul
Autor: Rildo Costa

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.