Visitas 2537794 - Online 212

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

Política

04/10/2017 12:54:58

Desembargador volta atrás e ex-vereadores vilhenenses afastados voltam a ficar sem salários

Roosevelt Queiroz explicou motivo para rever decisão

O mesmo desembargador que havia concedido liminar determinando que a Câmara de Vihena pagasse os salários dos vereadores cassados por uma CPI voltou atrás em sua decisão, que provocou intensas polêmicas na cidade. Leia aqui

O FOLHA DO SUL ON LINE teve acesso, em primeira mão, à nova interpretação do magistrado. Nela, o desembargador Roosevelt Queiroz Costa faz uma série de considerações sobre a situação jurídica dos três acusados.

Num trecho da sentença, Roosevelt explica o recuo lembrando que, ao conceder liminar determinando a posse dos vereadores afastados em virtude de um processo criminal, o também desembargador Oudivanil de Martins não julgou o mérito da ação.

Assim, para Queiroz, o pagamento dos salários seria um risco de prejuízo maior para os cofres públicos do que para os vereadores.

Mantendo a convicção de que houve falhas na CPI que cassou Wanderlei Graebin (PSC), Júnior Donadon (PSD) e Carmozino Taxista (PSDC), o desembargador pede que o colega e os próprios parlamentares se manifestem para que ele julgue o mérito do caso.

Clique aqui e leia decisão na íntegra.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.