Visitas 3774839 - Online 282

Quarta-feira, 18 de Julho de 2018

Terra

19/10/2017 15:14:28

Deu na Folha de São Paulo: arroz foi domesticado em Rondônia há 4 mil anos e não na China

Expedição arqueológica este em São Francisco do Guaporé.

Lavouras de arroz com milhares de anos de idade não são exclusividade da antiga China, ao que parece. Por volta do ano 2.000 a.C., os habitantes de uma região pantanosa da atual Rondônia já cultivavam variedades nativas do grão, as quais integravam um pacote agrícola do qual faziam parte ainda o milho e a abóbora.

Esse cenário, traçado graças à análise de vestígios microscópicos das plantas, dá novo peso à ideia de que o sudoeste da Amazônia está entre os principais berços da agricultura no planeta.

Afinal de contas, Rondônia e regiões vizinhas também são consideradas o centro de origem de outros cultivos, como mandioca e amendoim.

Aliás, foi em busca de indícios sobre essas lavouras já conhecidas da região que os pesquisadores se puseram a investigar o sítio arqueológico de Monte Castelo, que fica na área conhecida popularmente como "Pantanal do Guaporé", no município de São Francisco do Guaporé.

"Foi aquele caso de você mirar no pombo e acertar no pato", compara o arqueólogo Eduardo Góes Neves, do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. "A gente estava interessado em dados sobre o cultivo da mandioca. Nem imaginava que o arroz fosse entrar na história."

Clique aqui e leia reportagem na íntegra.





Fonte: Foto ilustrativa
Autor: Folha de São Paulo

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.